Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/6213
Título: Quantificação do domínio extracelular do oncogene HER-2 no soro de gatas com carcinomas mamários : otimização e relevância clínica
Autor: Coelho, Nuno Filipe Ramos
Orientador: Ferreira, Fernando António da Costa
Cardoso, Maria de Fátima Cabral da Rocha
Palavras-chave: Carcinoma mamário felino
HER-2
sHER-2
Dot Blot
Gata
Feline mammary carcinomas
Cat
Data de Defesa: 14-Nov-2013
Editora: Universidade de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citação: Coelho, N.F.R. (2013). Quantificação do domínio extracelular do oncogene HER-2 no soro de gatas com carcinomas mamários : otimização e relevância clínica. Dissertação de Mestrado. Universidade de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Resumo: O facto dos tumores mamários felinos (TMF) serem a terceira neoplasia mais frequente, traduz o interesse e a relevância que esta condição patológica assume no contexto da medicina felina. À semelhança dos tumores mamários da Mulher, os TMF dividem-se em vários subtipos moleculares, sendo um deles o subtipo HER-2 positivo (HER-2+) que, na espécie humana, se deve à amplificação do replicão que codifica este oncogene e/ou à sobrexpressão do recetor proteico HER-2 que mostra localização na membrana citoplasmática das células tumorais. Na Gata, os TMF-HER-2+ mostram uma incidência díspar, consoante o estudo (5,5 a 57%), indicando a carência da validação de técnicas estandardizadas para a avaliação deste subtipo molecular, de forma a se perceber a sua importância nesta espécie. Desta forma, a otimização e a estandardização de técnicas de diagnóstico baseadas no HER-2 (tecidulares - IHQ e FISH; ou séricas - ELISA e Dot Blot) assume especial importância. Nesse sentido, decidiu-se averiguar a presença e quantificar o domínio extracelular do HER-2 no soro (sHER-2) de gatas com adenocarcinoma mamário, através da técnica de Dot Blot. Esta técnica conseguiu detetar a fração proteica do HER-2 no soro e permitiu semi-quantificá-la, tendo os valores obtidos mostrado concordância estatística com a avaliação por IHQ, nos TMF com metástases nos linfonodos.
ABSTRACT - The high interest and relevance of mammary carcinomas in feline medicine rely on its importance in clinical practice, as it is the third most common neoplasia in cats. Feline mammary carcinomas (FMCs) have showed different molecular subtypes. One of them is the HER-2+ subtype, which is caused by overexpression of the HER-2 protein. FMCs HER-2+ have demonstrated a highly variable prevalence (5,5 to 57%), revealing the lack of standardized techniques to diagnose this subtype, in this specie. Considering this scenario, both optimization and standardization of the diagnosis procedures for HER-2 evaluation (in tissue - IHC and FISH or in serum - ELISA and Dot Blot) are essential. Taking into account that the HER-2 evaluation in tissues has some limitations, we intended to verify the presence of the HER-2 extracellular domain in serum (sHER-2) in cats with FMC, using the Dot Blot technique. This technique allowed the detection of this protein fraction in cats’ sera for the first time and permitted its semi-quantification, which was statistically concordant with IHC in regional metastatic FMCs.
Descrição: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/6213
Aparece nas colecções:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.