Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/6177
Título: Novos paradigmas de consumo e comunicação: o DIY e o poder ao consumidor
Autor: Alves, Tânia Patrícia Lima
Orientador: Ribeiro, Raquel Alexandra Barbosa
Palavras-chave: Capacitação
Consumo
Estratégia de marketing
Faça-você-mesmo
Pós-modernidade
Consumption
Do-It-Yourself
Empowerment
Marketing strategy
Postmodernity
Data de Defesa: 9-Mai-2013
Editora: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas
Resumo: Esta investigação incide na comunicação feita pelas empresas, no sentido de fazer os consumidores sentirem-se capacitados e poderosos. O objectivo principal é compreender de que forma as empresas procuram proporcionar aos consumidores a sensação de poder de decisão. Partiu-se do conceito Do-It-Yourself (DIY) de Watson (2008) e da afirmação pessoal e criativa do indivíduo através dos objectos que consome, aludida por Bauman (2007). A nossa atenção centrou-se nas empresas que vendem produtos que podem ser personalizados, montados e co-criados pelos consumidores. Para o efeito, visitou-se as lojas e analisou-se catálogos e websites de três empresas de decoração e móveis por montar: AKI, Ikea, Leroy Merlin. Foram ainda entrevistados e observados consumidores destas marcas, aquando do processo de montagem dos materiais adquiridos, para aferir da importância por eles atribuída ao DIY. Após a investigação verificou-se que os conceitos DIY e empowerment estão fortemente presentes na comunicação destas marcas. Por outro lado, notou-se interesse por parte dos consumidores em adoptar actividades DIY, na medida em que estas os fazem sentir mais capazes, inteligentes, autónomos e poderosos.
This research focuses on the communication of the companies, in order to make consumers feel capable and powerful. The main objective is to understand how companies seek to provide consumers with a sense of decision-making power. We draw on Watson’s (2008) concept Do-It-Yourself (DIY) and the affirmation of personal and creative individuality through the objects consumed, alluded to by Bauman (2007). Our attention focused on companies that sell products that can be customized, assembled and co-created by consumers. For achieving the objectives, shops were visited the shops and catalogs and websites of three companies of decor and furniture unassembled, AKI, Ikea and Leroy Merlin, were analyzed. Also, consumers of these brands were interviewed and observed during the assemblage process of the materials purchased, and the importance they give to in DIY was assessed. This investigation revealed that the concepts DIY and empowerment are strongly present in the communication of these brands. Moreover, it was noted the interest of the consumers in adopting DIY activities since these activities make them feel more capable, intelligent, autonomous and powerful.
Descrição: Tese de Mestrado em Comunicação Social
Peer review: no
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/6177
Aparece nas colecções:BISCSP – Teses de mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
abstract_mestrado.pdf292,13 kBAdobe PDFVer/Abrir
Dissertaçao_Tânia Alves.pdf3,06 MBAdobe PDFVer/Abrir
resumo_mestrado.pdf292,62 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.