Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/6140
Título: Comparação da utilização exclusiva de osso esponjoso autólogo com a utilização mista de osso esponjoso autólogo e fibrina rica em plaquetas e leucócitos (L-PRF) na cicatrização do espaço criado pela osteotomia realizada na técnica de tibial tuberosity advancement (TTA)
Autor: Silveira, Francisco do Ó Ramos da
Orientador: Ferreira, António José de Almeida
Lourenço, Ana Mafalda Gonçalves Xavier Félix
Palavras-chave: L-PRF
cães
TTA
dogs
Data de Defesa: 6-Nov-2013
Editora: Universidade de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citação: Silveira, F.Ó.R. (2013). Comparação da utilização exclusiva de osso esponjoso autólogo com a utilização mista de osso esponjoso autólogo e fibrina rica em plaquetas e leucócitos (L-PRF) na cicatrização do espaço criado pela osteotomia realizada na técnica de tibial tuberosity advancement (TTA). Dissertação de Mestrado. Universidade de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Resumo: A necessidade da criação de alternativas para os actuais métodos cirúrgicos de enxerto, tanto em ortopedia como em cirurgia de tecidos moles, tem levado a Medicina a investigar possíveis substitutos para os actuais protocolos disponíveis. Nesse âmbito, a fibrina rica em plaquetas e leucócitos (L-PRF) tem merecido especial atenção. Este trabalho tem por objectivo a experimentação de manipulados de L-PRF como método de enxerto em animais de companhia. O grupo de teste era constituído por 9 cães com diagnóstico definitivo de ruptura de ligamento cruzado, nos quais foi aplicado L-PRF em conjunto com osso esponjoso autólogo para preenchimento da osteotomia criada pelo método de tibial tuberosity advancement (TTA). Os pacientes foram sujeitos a um controlo radiográfico, complementado por um estudo histológico dos coágulos de L-PRF, assim como pela realização de um inquérito realizado aos donos dos animais. Os resultados do controlo radiográfico do grupo de teste foram comparados com as radiografias de seguimento do grupo controlo, constituído por 8 animais cuja osteotomia de TTA tinha sido preenchida apenas por osso esponjoso autólogo. Registou-se uma diferença não estatisticamente relevante na utilização de L-PRF, com efeito benéfico na velocidade de ossificação até às 8 semanas de pós-operatório. Contudo, mais estudos, com uma amostra de maiores dimensões, serão necessários para validar esta conclusão.
ABSTRACT - Comparison between autologous cancellous bone and a mixture of autologous cancellous bone and leucocyte- and platelet-rich fibrin (L-PRF) as grafting materials for tibial tuberosity advancement’s osteotomy - The need for alternatives to current grafting protocols in Soft Tissue and Orthopedic surgery has led to abundant research on the subject. Leucocyte and platelet-rich fibrin (L-PRF) has deserved special attention. This study aims to validate the use of L-PRF as a grafting material for Small Animal Surgery. 9 dogs diagnosed with cranial cruciate ligament rupture at the time of this study were enrolled and L-PRF applied in association with autologous cancellous bone and used as filling materials for the TTA’s osteotomy gap. Control radiographs and owner’s surveys were used for follow-up. In addition, L-PRF clots underwent histological evaluation. 8 dogs on which the osteotomy gap was filled with autologous cancellous bone only were used as control. A radiographic scoring system was used to compare ossification between follow-up radiographies from both groups. Test Results, although not statistically significant, have shown a potential benefit after the use of L-PRF as a grafting material. However, further studies, with larger samples, would be needed to confirm this hypothesis.
Descrição: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/6140
Aparece nas colecções:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.