Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/6083
Título: O Estado estacionário máximo de lactato em nadadores de alto rendimento
Autor: Espada, Mário André da Cunha
Orientador: Alves, Francisco José Bessone Ferreira
Palavras-chave: Atletas
Cinética do VO2
Consumo de oxigénio
Desempenho
Economia de nado
Lactato
Natação pura desportiva
Teste incremental
Treino
Velocidade crítica
Data de Defesa: 2013
Citação: Espada, Mário (2013) - O Estado estacionário máximo de lactato em nadadores de alto rendimento. Tese de Doutoramento. Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Motricidade Humana.
Resumo: O estado estacionário máximo de lactato (EEML) é considerado o mais importante parâmetro fisiológico caraterizador da capacidade aeróbia, está associado à transição entre os domínios da intensidade pesada e severa. Os objetivos gerais do trabalho passaram por verificar a relação entre o EEML e outros parâmetros fisiológicos caraterizadores da capacidade aeróbia de forma comum associados ao EEML e aprofundar o significado fisiológico do EEML e sua relação com o desempenho. No primeiro estudo verificámos que, embora um teste incremental não proporcione indicadores fiáveis do EEML, do ponto de vista prático, pode ser muito útil para o treino quotidiano. Concluímos que o EEML pode ser determinado através de dois ou três testes de 30-min de nado a velocidade constante em redor dos 90% da velocidade aeróbia máxima e que os 85% do desempenho nos 200 m na natação pura desportiva (NPD) apresentaram muitas relações estreitas com essa intensidade de exercício. Os resultados do segundo estudo indicaram que a velocidade crítica (VC) pode ser determinada na NPD através de apenas dois testes máximos (200 e 400 m), no entanto, é significativamente maior que a velocidade associada ao EEML (vEEML) quando determinada através da relação distância-tempo. No terceiro estudo aferimos que o EEML representa o limite de equilíbrio de variáveis fisiológicas e mecânicas. A cinética do consumo de oxigénio parece ser uma ferramenta útil que permite a caraterização de nadadores e seu estado de treino, podendo ser aplicada na NPD no sentido de diminuir o número de testes necessários para determinar a vEEML. A velocidade de nado associada ao consumo máximo de oxigénio, que pode ser determinada com base nos 300 m centrais de uma prova de 400 m, parece boa preditora do desempenho nos 400 e 800 m na NPD.
Descrição: Doutoramento em Motricidade Humana na especialidade de Ciências do Desporto
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/6083
Aparece nas colecções:BFMH - Teses de Doutoramento / Ph.D.Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Mário Espada 2013 - Tese PhD - EEML em nadadores de alto rendimento.pdf712,03 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.