Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/6026
Título: Relatório de estágio : prescrição de exercício em contexto clínico
Autor: Correia, Pedro Miguel Ribeiro
Orientador: Rocha, Paulo Manuel Espadinha Pinheiro da
Palavras-chave: Centro de Saúde de Alvalade
Composição corporal
Crianças
Diabetes tipo II
Exercício
Perímetro da cintura
Pressão arterial
Saúde escolar
Data: 2013
Citação: Correia, Pedro M. R. (2013) - Relatório de estágio : prescrição de exercício em contexto clínico. Relatório de Estágio. Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Motricidade Humana.
Resumo: O exercício físico como forma de prevenção e tratamento de doenças crónicas tem vindo a assumir na sociedade atual uma relevância crescente, acompanhada com o aumento da produção de evidência nesta área. Desta forma, seria desejável integrá-lo cada vez mais no contexto clínico de prevenção e tratamento de doenças crónicas, como mais uma ferramenta de um acompanhamento multidisciplinar. O estágio foi realizado no Centro de Saúde de Alvalade, tendo como principais objetivos a criação de programas de exercício específicos para os utentes do centro com diferentes condições clínicas, bem como integrar a equipa de saúde escolar e dinamizar sessões teórico-práticas nas escolas sobre os benefícios da atividade física e exercício. Um dos programas de exercício desenvolvidos focou-se em especial nos utentes com Diabetes do tipo II. Aquando do início e fim deste programa, foram recolhidas variáveis de composição corporal, hemodinâmicas e cronotrópicas com vista à avaliação da eficácia do programa de treino aplicado. Constituiu-se uma amostra de 9 indivíduos com diabetes do tipo II, sendo 7 do género feminino e 2 do género masculino. Foi aplicado um programa de treino com a duração total de 11 semanas, tendo uma frequência de duas sessões semanais com a duração de 45 minutos. Após a análise feita às variáveis recolhidas, concluiu-se que o programa demonstrou alterações significativas para os valores da pressão arterial sistólica (p=0,001) e diastólica (p=0,044) nos indivíduos do género feminino. Estas alterações, refletiram-se numa diminuição média de 17,3 mmHg para a pressão arterial sistólica e de 5,1 mmHg para a pressão arterial diastólica.
Descrição: Mestrado em Exercício e Saúde
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/6026
Aparece nas colecções:BFMH - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
relatório de estágio pedro correia versão final.pdf1,36 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.