Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/598
Título: SILVAQUA PROJECT. Avaliação dos impactes das alterações climáticas sobre os recursos hídricos e a fixação de CO2 por povoamentos florestais de crescimento rápido em Portugal. Primeiros resultados
Autor: Tomé, Margarida
Coelho, C.O.A.
Boulet, A.- K.
Ferreira, A.J.D.
Tomé, José
Soares, P.
Cortiçada, A.
Páscoa, F.
Salas, R.
Amaral, A.
Palavras-chave: eucalyptus globulus
alterações climáticas
recursos hídricos
fixação de CO2
Data: Mai-2005
Editora: SPCF
Citação: Congresso Florestal Nacional, 5º, Viseu, 2005
Resumo: Estudos recentes referem o impacte das alterações climáticas na evapotranspiração e recursos hídricos, em áreas florestais povoadas com espécies de crescimento rápido, em Portugal (Coelho et al., 2000). Na eventualidade de se verificarem os cenários de diminuição da quantidade de precipitação previstos para o sul da Europa (Parry, 2000), torna-se previsível que várias espécies entrem em stress hídrico tal como Eucalyptus globulus (Coelho et al, 2001), provocando alterações no crescimento dos povoamentos, na decomposição da manta morta e no consumo de água. Espera-se ainda um forte impacte na fixação do CO2 atmosférico. O impacte destas alterações nos processos hidrológicos em solos e vertentes, sob povoamentos de crescimento rápido, é ainda pouco conhecido, sendo o seu conhecimento fundamental para a compreensão dos fenómenos hidrológicos e, essencial no planeamento e gestão eficiente destes recursos. O projecto Silvaqua (POCTI/MGS/49210/2002) foi elaborado no âmbito desta temática, e consiste numa abordagem a várias escalas. (i) estudo dos padrões de variação da humidade do solo para uma série de parcelas onde a humidade do solo é registada segundo diversas redes de sondas de TDR; (ii) monitorização intensiva do crescimento das árvores e arbustos, da queda de folhada e da decomposição da manta morta; (iii) estudo dos processos hidrológicos nas vertentes (nomeadamente caracterização do escoamento e da evapotranspiração) com a delimitação de várias parcelas fechadas e a instrumentação de pequenas bacias hidrográficas; A análise dos resultados permitirá estabelecer os mecanismos de interacção entre as alterações climáticas, o crescimento da vegetação, os processos hidrológicos e os recursos hídricos. O impacte ambiental dos cenários climáticos previstos (Parry, 2000) sobre os recursos hídricos, em termos de alterações de intercepção, de padrões de humidade do solo, de hidrologia das vertentes e das bacias e, sobre a fixação do CO2, em termos de crescimento da vegetação e da dinâmica da camada de manta morta, será estabelecido para vários tipos de povoamentos de eucalipto. A área de estudo localiza-se a 15 km-Este de Águeda e insere-se na bacia hidrográfica do Rio Águeda, na Serra do Caramulo. É efectuado anualmente um inventário florestal das duas micro-bacias em estudo. Os dados obtidos no âmbito do projecto serão usados no modelo GLOB-3PG, de maneira a estimar a produtividade dos povoamentos e a resposta em termos hidrológicos, para diversos cenários climáticos alternativos.
Descrição: Congresso Florestal Nacional: A floresta e as gentes - Actas das Comunicações
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/598
Aparece nas colecções:CEF - Comunicações em Actas de Conferências

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Congress5-M.Tome-silvaqua.pdf223,04 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.