Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/5887
Título: Comportamento do cão no acto de consulta médico-veterinária profilática
Autor: Guimarães, Inês Machado
Orientador: Fonseca, Maria Inês Sanches Falcão da
Rosa, Ilda Maria Neto Gomes
Palavras-chave: agressividade
avaliação
cachorro
cão
comportamento
consulta
aggression
behavior
consultation
dog
evaluation
puppy
Data de Defesa: 18-Jul-2013
Editora: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citação: Guimarães, I.M. (2013). Comportamento do cão no acto de consulta médico-veterinária profilática. Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa
Resumo: O comportamento de medo é habitualmente demonstrado pelos cães durante a consulta médico-veterinária. Uma tentativa de defesa, por parte do cão, pode tornar uma consulta de rotina numa tarefa complicada, pelo que é fundamental prevenir a demonstração de comportamento de medo. Com base na postura corporal e atitude, foi avaliado, no Hospital Veterinário do Baixo Vouga o comportamento de 81 cães de ambos os sexos, saudáveis e com idade compreendida entre 1,5 meses e 11 anos. Através desta avaliação, o comportamento dos cães foi classificado como “medo”, “relaxado”, “ameaça” e “não definido”. O seu comportamento normal e rotina foram avaliados através de questões colocadas aos seus proprietários. Foi possível estabelecer uma associação (p<0,05) entre o comportamento demonstrado durante o acto de consulta e o porte, a interacção com adultos e crianças desconhecidas, a interacção de brincadeira com o proprietário, o comportamento do cão na viagem para o hospital, a exibição de comportamento agressivo e comportamento de medo em casa. Adicionalmente, foi avaliada a evolução do comportamento de 13 cachorros com idades entre 1,5 e 8 meses. O comportamento de medo foi mantido e 3 alteraram o comportamento de “relaxado” para “medo”.
ABSTRACT - DOG BEHAVIOR AT THE VETERINARY PROPHYLACTIC PRACTICE - Dogs showing fear-behavior at the veterinary practice is common. A routine exam can be a hard task if the dog is trying to defend itself so fear prevention is imperative. In order to research the behavior of dogs, 81 healthy dogs of both sex with ages between 1,5 months and 11 years were evaluated at the Hospital Veterinário do Baixo Vouga and the owners were questioned about their dogs’ normal behavior. Based on the dogs’ posture and attitude, their behavior was classified as “fearful”, “relaxed”, “threatening” and “undefined”. There was an association (p<0,05) between the behavior shown at the hospital and: size, interaction with unknown adults and children, playful interaction with the owner, behavior in the trip to the hospital, previous shown aggressive behavior and fear behavior at home. Additionally, the behavior of 13 puppies, with ages between 1,5 months and 8 months, was evaluated on their first consultation and compared with the behavior shown in one of the following consultation. Fearful puppies maintained their behavior and 3 changed it from relaxed to fearful.
Descrição: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/5887
Aparece nas colecções:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Comportamento do cão no acto de consulta médico-veterinária.pdf3,33 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.