Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/5765
Título: Caracterização da atividade electromiográfica dos principais músculos do membro superior participantes na execução do exercício “Pullover”
Autor: Medeiros, Ricardo Silva de
Orientador: Correia, Pedro Luís Camecelha de Pezarat
Palavras-chave: Avaliação
Electromiografia
Exercício físico
Músculo
Ombro
Data de Defesa: 2013
Citação: Medeiros, Pedro (2013) - Caracterização da atividade electromiográfica dos principais músculos do membro superior participantes na execução do exercício “Pullover”. Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Motricidade Humana.
Resumo: O objectivo deste estudo foi o de uantificar, caracterizar e comparar, com recurso a electromiografia de superfície, a actividade do Deltóide Anterior (DA), Porção Clavicular (PC) e Esternal (PE) do Grande Peitoral(GP), Grande Dentado (GDE), Recto Abdominal(RAB), Pequeno Oblíquo/Transverso Abdominal (PO/T), Deltóide Posterior (DP), Infraespinhoso (IF), longa Porção do Tricipíte Braquial (TB) e Grande Dorsal(GD), em diferentes exercícios pullover. Os exercícios pullover são comuns nas rotinas de treino dos atletas, no entanto, existe uma grande indefinição no que diz respeito ao principal ou principais músculos solicitados e de que forma interagem. 15 homens saudáveis, sem problemas na articulação do ombro e com pelo menos 2 anos de experiência em musculação, executaram de forma aleatória, 6 repetições com 60% de 1 RM, para 4 diferentes exercícios pullover: deitado no step com barra e pega 100% biacromial, deitado no step com barra e pega 150% biacromial, deitado na fitball e pega 100% biacromial e deitado no step com cabo, pega 100% biacromial. Foram verificados os testes de 1 RM para cada exercício pelo menos 48 horas antes e, no próprio dia, foi efectuada a normalização dos dados, através da contração voluntária máxima (CVM), para cada músculo. Posteriormente foi verificada a normalidade de todas as variáveis, através do teste de Shapiro-Wilks. Para verificar as diferenças significativas entre as fases concêntrica e excêntrica para cada exercício, foi utilizado o teste paramétrico T-Student para amostras emparelhadas. Os valores médios da fase concêntrica, excêntrica e valores totais, para cada músculo, foram comparados em cada exercício e entre exercícios, através da Anova das medidas repetidas, tendo sido verificadas diferenças significativas (p<0,05). A actividade EMG entre os exercícios com barra foram muito idênticos, o DA apresentou menor ativação em ambas as fases e média total, por outro lado, a PC e IF foram os mais solicitados na fase concêntrica, o TB, IF e DP os mais solicitados na fase excêntrica e, no que diz respeito a valores médios totais, foram o IF e DP. Para o exercício com cabo, a PC e DP foram os músculos com menor ativação em ambas as fases e média total. Os mais solicitados nas duas fases e valores médios totais, foram o IF e TB. Em termos gerais, o exercício com cabo foi o que apresentou valores médios mais elevados. Verificou-se que, para os exercícios com barra, a maioria dos músculos apresentaram valores excêntricos significativamente superiores (p<0,05) à fase concêntrica, acontecendo o oposto no exercício com cabo.
Descrição: Mestrado em Treino de Alto Rendimento
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/5765
Aparece nas colecções:BFMH - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese 1.pdf1ª parte385,3 MBAdobe PDFVer/Abrir
Tese 2.pdf2ª parte129,9 kBAdobe PDFVer/Abrir
Tese 3.pdf3ª parte330,95 kBAdobe PDFVer/Abrir
Tese 4.pdf4ª parte73,45 kBAdobe PDFVer/Abrir
Tese 5.pdf5ª parte103,61 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.