Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/5490
Título: Paisagem como objeto semiótico: ecomosaico
Outros títulos: Landscape as a semiotic object: ecomosaic
Autor: Casquilho, José Pinto
Azevedo, Rodrigo Aleixo Brito
Palavras-chave: espaço
território
dicotomias
significação
Milton Santos
space
territory
dichotomies
signification
Data: 2013
Editora: UFC
Citação: "Mercator". ISSN: 1984-2201. 12 (27) (2013) 93-100
Resumo: Neste trabalho cita-se um conjunto de referências que revisitam e discutem a paisagem como objeto de percepção e de interpretação em várias ciências, salientando-se a Geografia, a Ecologia e a Semiótica. Enquanto objeto semiótico a paisagem revela-se em conjuntos de valores ordenados, ou ordenáveis, em quadros perceptivos, conjugando aspectos reais e simbólicos, materiais e ideológicos, a que se podem associar métodos do esquema tensivo de interpretação e de diagnóstico, portanto de significação. A paisagem georreferenciada expressa-se em matrizes semióticas e o conceito de ecomosaico permite uma redução lata, multidimensional, que não esgota o tema mas visa ancorá-lo na dupla perspectiva da composição e da configuração, ou seja da constituição do padrão e da aferição de valores característicos do território, nomeadamente econômicos e ecológicos. Podem-se acoplar modalidades tensivas, quer na apreciação da diversidade ou na análise da sustentabilidade e da resiliência da paisagem. A dicotomia paisagem/espaço de Milton Santos é geradora de semiose múltipla ressaltando-se a síntese do espaço definido como uma reunião dos fixos e dos fluxos, do qual a paisagem é expressão sincrônica, revelando uma dialética entre cultura e natureza.------------------------------------ABSTRACT--This work seeks to review a set of references that revisit and discuss landscape as an object of perception and interpretation in the Sciences of Geography, Ecology and Semiotics. While landscape as a semiotic object may be acknowledged as sets of values ordered in perceptive frames, combining real and symbolic aspects, material and ideological features, which can evoke tensive schemas methods of interpretation and therefore diagnosis and signification. Geo-referenced landscape mosaics express as semiotic resources, and the concept of ecomosaic allows for a wide, multidimensional reduction, that does not exhausts the theme but anchors it in the double perspective of the analysis of composition and configuration as constitutional facets of the pattern, benchmarking characteristic values of the territory, namely ecological and economic. We may consider tensive modalities either through the assessment of diversity or the analysis of sustainability and resilience of the landscape. The dichotomy landscape/space of Milton Santos generates multiple semiosis concerning the synthesis of space defined as a set of fixed elements and flows, from which landscape emerges as a synchronous expression, revealing the dialectics between culture and nature.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/5490
ISSN: 1984-2201
Aparece nas colecções:CEABN - Artigos de Revista

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
REP-Mercator_ecomosaico_2013.pdf853,37 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.