Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/5478
Título: How well can Taylor Rules track the behavior of the ECB?
Autor: Pires, Jodzinda Irvina de Almeida
Orientador: Ferreira, Maria Cândida
Palavras-chave: Monetary policy
Taylor rule
Euro Zone
Política Monetária
Regras de Taylor
Zona Euro
Data de Defesa: Fev-2013
Editora: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citação: Pires, Jodzinda Irvina de Almeida. 2013. "How well can Taylor Rules track the behavior of the ECB?". Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão.
Resumo: Taylor (1993) proposed a simple rule that drew attention of economists, scholars and central bankers due to its simplicity and outstanding description of Fed’s behavior in 1980s. Over time, different versions of Taylor Rules (TRs) emerged aiming to evaluate the conduct of monetary policy of US and other countries, including recently the Euro area. Attending to the fact that previous studies concerning the Euro area are limited by short-time span of data, in this dissertation we analyze the performance of TRs in tracking the behavior of the European Central Bank (ECB), through a simple forward-looking approach and relatively long span of data (which comprises the two more severe economic turmoil of XXI century so far). The results obtained confirm that TRs, in general, track the ECB behavior very closely, mainly due to the gradualism of the ECB monetary policy. However, during economic turbulence we verified some deviations from the rule. The small magnitude of our empirical results reminds us that TRs are rough simplification of a complex reality.
Devido à sua simplicidade e excelente descrição da política monetária dos EUA entre os anos de 1987 e 1992, a Regra de Taylor (RT) (1993) atraiu a atenção dos académicos, analistas e decisores de política monetária; e, ao longo do tempo, foram surgindo diferentes versões de regras de Taylor, sendo cada versão uma tentativa de as tornar num instrumento mais prático a ser usado na avaliação da política monetária dos EUA e de outros países, incluindo recentemente a área do Euro. Atendendo ao facto de que os estudos anteriores associados à área do Euro estão, de certa forma, limitados por poucos dados disponíveis, nesta dissertação, analisamos as RT tendo em conta uma base de dados relativamente mais abrangente (que engloba, até então, as duas turbulências económicas mais severas do século XXI). Através de uma abordagem forward-looking, o objetivo é de verificar a capacidade das simples regras de Taylor em descrever as decisões de política monetária do Banco Central Europeu (BCE). Os resultados obtidos confirmam que as RT, no geral, fazem uma boa descrição da política monetária do BCE, principalmente devido ao ajuste gradual da política monetária. No entanto, face às turbulências económicas verificam-se desvios das RT. Além disso, a magnitude dos resultados estatísticos remete-nos para o facto de que as RT são uma simplificação de uma realidade muito complexa.
Descrição: Mestrado em Economia Monetária e Financeira
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/5478
Aparece nas colecções:BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis
DE - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM-JIAP-2013.pdf1,48 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.