Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/5474
Título: Associations of physical activity and maturity with adolescents’ body composition
Autor: Silva, Sofia Alexandra Camelo da
Orientador: Vieira, Maria Filomena Soares
Carnide, Maria Filomena Araújo da Costa
Palavras-chave: Adolescents
Body composition
Maturity
Physical activity
Actividade física
Adolescentes
Composição corporal
Maturidade
Data de Defesa: 2012
Citação: Silva, Sofia Alexandra Camelo da (2012) - Associations of physical activity and maturity with adolescents’ body composition. Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Motricidade Humana
Resumo: Background: During adolescence the differences in physical activity (PA) and body composition (BC) between genders become evident, nevertheless the associations of maturity in these differences have been scarcely studied. Objectives: To examine the associations of PA and maturity on adolescents' BC. Methods: The evaluation comprised 180 adolescents (97 boys and 83 girls, with an average age of 13,8 years). All anthropometric measures were obtained according to the International Society for the Advancement of Kinanthropometry (ISAK) procedures, with exception of the Sagittal Abdominal Diameter (SAD). Fat mass (FM) was determined by Slaughter et al. equations and skeletal age through the TW3 method (X-ray). PA was assessed through questionnaire and accelerometry (Actigraph® GT1M). Data analysis was performed using multifactorial linear regression analysis (stepwise method) with PASW 18.0 software. Results: In boys, the maturity explains 22% to 66% of the variability of body mass index (BMI), 13% of the variability of waist-to-hip ratio (WHR) and 16% to 59% of SAD’s variability. The active behaviours and very vigorous PA (VVPA) along with maturity explains 16% and 70% of the variability of the SAD, respectively. 14% of the variability of fat mass (FM) in boys was explained by light PA. Regarding girls none of the determinant factors (PA or maturity) predict the FM and WHR, although the BMI’s variability was explained by moderate PA (MPA) (24%), sedentary behaviours (28%) and both (31%). The MPA also explains 31% of SAD’s variability. Conclusions: The results seem to indicate that there are gender differences for BC determinants during adolescence. The main predictive factors for BC in boys were maturity, active behaviours and VVPA and for girls these were sedentary behaviours and MPA.
RESUMO: Introdução: Durante a adolescência as diferenças na atividade física (AF) e composição corporal (CC) entre géneros é evidente, contudo as associações da maturidade nessas diferenças têm sido pouco estudados. Objectivo: Estudar as associações da AF e maturidade na CC de adolescentes. Métodos: Foram avaliados 180 adolescentes (97 rapazes e 83 raparigas com idade média de 13,8 anos). As medições antropométricas utilizadas foram obtidas de acordo com os procedimentos do International Society for the Advancement of Kinanthropometry (ISAK), à excepção do diâmetro abdominal-sagital (DAS). A massa gorda (MG) foi determinada a partir das equações de Slaughter et al. e a idade óssea através do método TW3 (raio-X). A AF foi avaliada através de questionário e acelerometria (Actigraph® GT1M). A análise estatística utilizada foi a regressão linear multifactorial (método stepwise), com o software PASW 18.0. Resultados: Nos rapazes a maturidade explica 22% a 66% da variabilidade do índice de massa corporal (IMC), 13% da variabilidade do índice cintura-anca (ICA) e 16% a 59% da variabilidade do DAS. Os comportamentos activos e a AF muito vigorosa (AFMV) conjuntamente com a maturidade explicam 16% e 70% da variabilidade da DAS, respectivamente. 14% da variabilidade da massa gorda (MG) nos rapazes é explicada pela AF leve. Relativamente às raparigas nenhum dos fatores determinantes (AF ou maturidade) foram preditores da MG e ICA, contudo a variabilidade do IMC foi explicada pela AF moderada (AFM) (24%), comportamentos sedentários (28%) e por ambos (31%). A AFM também explicou 31% da variabilidade do DAS. Conclusões: Os resultados parecem indicar que existem diferenças de género para as determinantes da CC durante a adolescência. Os principais fatores preditores nos rapazes foram a maturidade, os comportamentos ativos e a AFMV e, nas raparigas, foram os comportamentos sedentários e a AFM.
Descrição: Mestrado em Exercício e Saúde
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/5474
Aparece nas colecções:BFMH - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Associations of physical activity and maturity with adolescents' body composition.pdfDocumento principal1,06 MBAdobe PDFVer/Abrir
appendix 1_informed consent.pdfApêncice 1169,86 kBAdobe PDFVer/Abrir
appendix 2_QAPACE_portuguese version.pdfApêndice 2610,5 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.