Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/5190
Título: Preditores de qualidade de vida relacionada com a saúde na obesidade.
Autor: Vieira, Paulo Nuno
Orientador: Teixeira, Pedro Jorge do Amaral de Melo
Palavras-chave: IMC
Manutenção peso perdido
Obesidade
Perda de peso
Qualidade de vida
Registo nacional de controlo de peso
Data de Defesa: 2012
Citação: Vieira, Paulo Nuno (2012) - Preditores de qualidade de vida relacionada com a saúde na obesidade. Tese de Doutoramento. Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Motricidade Humana.
Resumo: O presente trabalho teve como objectivo analisar a qualidade de vida relacionada com a saúde no contexto da obesidade. Para tal realizaram-se cinco estudos, nos quais foram utilizados diferentes tipos de amostras e de acordo com três perspectivas. Numa perspectiva epidemiológica efectuou-se o estudo 1, na qual é utilizada uma amostra alargada de mulheres, avaliando em que medida os valores de corte de IMC, tradicionalmente usados para estimar o risco metabólico e cardiovascular, se adequam à detecção de pior qualidade de vida e reduzido funcionamento psicológico. Numa perspectiva clínica de tratamento da obesidade realizou-se o estudo 2, no qual é utilizada uma amostra de mulheres participantes num programa de tratamento comportamental da obesidade, em que se analisa a associação entre medidas de auto-determinação geral, contextual (tratamento da obesidade) e situação específica (relacionada com o exercício) com a qualidade de vida relacionada com a saúde e o bem-estar psicológico e se identificam variáveis preditoras de melhor bem-estar e qualidade de vida no final de um programa de tratamento. O estudo 5 foi realizado numa perspectiva de sucesso no controlo do peso no longo prazo, analisando diferenças na qualidade de vida entre um grupo de pessoas perdedoras de sucesso, um grupo de pessoas que terminaram um programa de tratamento comportamental da obesidade e um grupo de pessoas que não estavam a tentar perder peso. Complementarmente foram analisadas variáveis relacionadas com o exercício, potenciais preditoras de melhor qualidade de vida, bem-estar e auto-regulação alimentar no grupo de mulheres com sucesso na manutenção do peso perdido a longo prazo. Para a realização deste estudo foi criado o Registo Nacional de Controlo do Peso (RNCP), o qual constitui um repositório nacional voluntário de casos de sucesso na redução estável do peso, identificando pessoas com sucesso na manutenção do peso perdido. No estudo 3 foram descritos os procedimentos e a metodologia de implementação do RNCP e analisadas as características da história individual e familiar destas pessoas, as características psicossociais e os eventos e contextos que deram origem à perda do peso corporal. No estudo 4 foram analisados os programas e métodos de perda do peso adoptados, assim como as estratégias de manutenção do peso perdido que actualmente as pessoas do RNCP utilizam e comparados estes dados com os reportados pelos participantes norte-americanos do National Weight Control Registry. Os resultados principais revelaram que: i) mulheres com peso normal indicaram melhor qualidade de vida e bem-estar psicológico do que as que apresentavam pré-obesidade ou obesidade, confirmando-se que pessoas que procuram tratamento para a obesidade apresentam um perfil psicológico empobrecido, com um impacto maior no grupo de mulheres com pré-obesidade; ii) no âmbito de um programa de tratamento, as mulheres que indicaram melhor qualidade de vida e bem-estar foram as que apresentam maior regulação autónoma para o exercício, indicando valorizar a actividade física; iii) na fase de manutenção do peso perdido, níveis elevados de motivação intrínseca para o exercício, como sejam a maior percepção de competência ou o maior interesse ou gosto nas actividades realizadas, parece desempenhar um papel importante na preservação da qualidade de vida e do bem-estar psicológico. As conclusões deste trabalho, no contexto do controlo do peso, podem chamar a atenção para a importância que pode assumir a qualidade de vida relacionada com a saúde e abrir caminho para o desenvolvimento de estratégias a incluir em programas de tratamento da obesidade, com destaque para os factores motivacionais da actividade física.
Descrição: Doutoramento em Motricidade Humana, especialidade de Saúde e Condição Física.
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/5190
Aparece nas colecções:BFMH - Teses de Doutoramento / Ph.D.Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PhD_vieiraPN_final.pdf5,22 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.