Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/5026
Título: A utilização de sistemas de controlo de gestão nas pequenas e médias empresas de cariz tecnológico
Autor: Vasconcelos, Inês Maria Marques
Orientador: Lourenço, Sofia
Palavras-chave: levers of control
sistemas de controlo de gestão
teoria contingencial
management control systems
contingency-based theory
Data de Defesa: Set-2012
Editora: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citação: Vasconcelos, Inês Maria Marques. 2012. "A utilização de sistemas de controlo de gestão nas pequenas e médias empresas de cariz tecnológico". Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão.
Resumo: O presente estudo evidencia os papéis/propósitos desempenhados pelos sistemas de controlo de gestão (SCG), de acordo os levers of control (LOC): sistemas de crenças, de restrições, de controlo diagnóstico e interactivo. Através de um questionário realizado a uma amostra de pequenas e médias empresas (PMEs) do sector tecnológico, numa primeira fase, o estudo procura identificar o propósito para o qual dez categorias de SCG são mais utilizadas. Os resultados indicam que as categorias Planeamento Financeiro, Avaliação Financeira e Controlo/Imputação de Custos desempenham um papel mais diagnóstico, a Core Values/Missão é mais utilizada de acordo com o sistema de crenças e, a Gestão de Desenvolvimento de Novos Produtos com o interactivo, comparativamente aos outros levers of control. As restantes categorias – Planeamento de Recursos Humanos (RH), Avaliação de RH, Planeamento Estratégico, Gestão de Vendas/Marketing e Gestão de Parcerias – desempenham uma combinação de papéis. A fase seguinte adopta uma abordagem contingencial, ao analisar o impacto da estratégia, tecnologia, envolvente externa e estrutura, no tipo de utilização diagnóstica e/ou interactiva dos SCG. Analisou-se individualmente o impacto de cada um destes factores contextuais na utilização dos SCG. Os resultados mostram que, quando as organizações tecnológicas implementam estratégias de flexibilidade a baixo preço/custo, ou estruturas matriciais, ou quando enfrentam dinamismo, os SCG tendem a ser utilizados simultaneamente de forma diagnóstica e interactiva. Posteriormente analisou-se conjuntamente os factores contingenciais e, concluiu-se que, quanto mais dinâmica for a envolvente externa e mais orgânica for a estrutura, mais os SCG desempenham uma combinação dos papéis diagnóstico e interactivo. Além disso, quanto mais a tecnologia é caracterizada por elevados níveis de incerteza das tarefas e, maior a hostilidade externa, menor é o uso diagnóstico dos SCG.
The present study provides evidence about the roles/purposes performed by the management control systems (MCS), according to the levers of control (LOC) framework: beliefs systems, boundary systems, diagnostic control systems and interactive control systems. Based on a sample from a survey to small and medium-sized technological enterprises, initially, the study seeks to identify the purpose for which ten MCS categories are most frequently used. The results indicate that the categories Financial Planning, Financial Evaluation and Cost Control/Allocation are used for a more diagnostic purpose, Core Values/Mission is more used according to the belief system, and the Product Development with interactive control system, compared to the others levers of control. The remaining categories – Human Resource Planning, Human Resource Evaluation, Strategic Planning, Sales/Marketing Management and Partnerships Management – perform a combination of purposes. The next phase adopt a contingency approach to analyze the impact of strategy, technology, perceived environmental uncertainty (PEU) and structure, on the MCS diagnostic and/or interactive use. I analyzed individually the impact of each of these contextual factors on the MCS use. The results show that when the organization implements low cost-price flexibility strategy or a matrix structure, or when faces increased PEU element of dynamism, the MCS tend to be used both diagnostically and interactively. Subsequently I analyzed these contingencies together and concluded that the more dynamic the external environment and the organic structure, the more the MCS perform a combination of diagnostic and interactive purposes. Furthermore, the more the technology is characterized by high levels of task uncertainty and the greater the environmental hostility, the lower the MCS diagnostic use.
Descrição: Mestrado em Contabilidade, Fiscalidade e Finanças Empresariais
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/5026
Aparece nas colecções:BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis
DG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM-IMMV-2012.pdf1,42 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.