Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/4984
Título: Doença pancreática canina : estudo retrospectivo
Autor: Afonso, Ana Rita Sousa Pereira
Orientador: Correia, José Henrique Duarte
Pontes, Joana Vidal
Palavras-chave: Pâncreas
pancreatite
neoplasia
ecografia
diagnóstico
prognóstico
canina
pancreas
pancreatitis
ultrasound
diagnosis
prognosis
dog
Data de Defesa: 19-Dez-2012
Editora: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citação: Afonso, A.R.S.P. (2012). Doença pancreática canina : estudo retrospectivo. Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Resumo: A doença pancreática tem sido alvo de investigação, principalmente durante a última década, e de avanços significativos na compreensão dos mecanismos fisiopatológicos, diagnóstico, tratamento e prognóstico. Relativamente à doença inflamatória, o diagnóstico baseia-se maioritariamente na medição da concentração de lipase pancreática canina (cPL) e imagem ecográfica compatível. No presente estudo a ecografia, pela sua disponibilidade de resultados, assume uma maior importância no diagnóstico de pancreatite canina. O diagnóstico definitivo só pode ser efectuado por meio de histopatologia, raramente utilizado na prática clínica. O tratamento é essencialmente sintomático e o prognóstico é muito variável, dependendo sobretudo da resposta individual. Não foi possível encontrar nenhum parâmetro rotineiramente avaliado que pudesse ser usado como indicador de prognóstico, no presente estudo. No que respeita à doença neoplásica, a forma exócrina da mesma mimetiza, em muitos aspectos, a inflamação pancreática e o seu diagnóstico e tratamento seguem os mesmos moldes da doença inflamatória. A doença neoplásica endócrina, este estudo abordando apenas insulinomas, apresenta um quadro clínico e diagnóstico completamente diferente do já referido, em que a disponibilidade de resultados necessários à sua confirmação permite um diagnóstico precoce e com elevado grau de confiança, podendo assim melhorar o prognóstico destes pacientes. A ecografia mostrou ser, mais uma vez, o exame de eleição na confirmação, quantificação e localização de lesões. Os resultados do presente estudo estão de acordo com aqueles relatados em estudos anteriores, em que não foi possível encontrar parâmetros indicativos de diagnóstico ou prognóstico. O recurso à ecografia permite não só a exclusão de diagnósticos diferenciais em quadros abdominais agudos, mas também a confirmação precoce de doença pancreática.
ABSTRACT - CANINE PANCREATIC DISEASE – RETROSPECTIVE STUDY - Pancreatic disease has been investigated, essentially during the last decade, and some major improvements have been made regarding the understanding of the pathophysiologic mechanisms, diagnosis, treatment and prognosis. In the inflammatory disease, the diagnosis is largely based in the measurement of the canine pancreatic lipase (cPL) and compatible ultrasound image. The current study shows the ultrasound as the most important diagnostic method because of the availability and quick results. The definitive diagnosis can only be made by histopathology, which is rarely performed in the general practice. The treatment for pancreatitis is essentially symptomatic and the prognosis is highly variable, depending mostly on the individual response. It was not possible, in this study, to identify any clinical finding as a prognostic or diagnostic indicator. Regarding neoplastic disease, in many ways the exocrine form mimics pancreatic inflammation and its diagnosis and treatment follows the same described above. Pancreatic endocrine neoplasia, addressed only by insulinomas in this study, presents clinical features and diagnosis that are completely different from exocrine disease. The availability of the tests needed to confirm it allows an early diagnosis with a high degree of confidence, improving the animals’ prognosis. The ultrasound proved to be, once again, the best method in the confirmation, quantification and localization of the pancreatic lesions. The results of this study are in agreement with those made previously, and it was not possible to find any parameter that can be used as a diagnostic or prognostic indicator. The use of ultrasound enables not only the exclusion of differential diagnoses in an animal with acute abdomen, but also an early confirmation of pancreatic disease.
Descrição: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/4984
Aparece nas colecções:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Doença pancreática canina – estudo retrospectivo.pdf910,35 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.