Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/4935
Título: Estase gastrointestinal no coelho
Autor: Silva, Vera Lisa Generosa da
Orientador: Ferraz, Joel Tsou
Jesus, Sandra de Oliveira Tavares de Sousa
Palavras-chave: Estase
gastrointestinal
coelho
hipomotilidade
peristaltismo
motilidade
dieta
dor
anorexia
Stasis
rabbit
bunny
hipomotility
peristaltism
motility
diet
pain
Data de Defesa: 30-Nov-2012
Editora: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citação: Silva, V.L.G. (2012). Estase gastrointestinal no coelho. Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Resumo: Actualmente, como o coelho é um animal de estimação frequente, é importante que o Médico Veterinário esteja bem informado sobre este paciente "exótico", para que assim o consiga acompanhar devidamente. Uma das urgências mais comum neste animal, é a estase gastrointestinal (GI), que é uma doença adquirida, em que ocorre uma diminuição ou interrupção da motilidade do tracto GI. É dos problemas mais desafiantes com que o veterinário poderá ser confrontado, sendo o seu tratamento complexo e a resposta terapêutica do paciente, lenta. Esta dissertação resultou de um estágio curricular, com a duração de seis meses, realizado no Centro Veterinário de Exóticos do Porto. São apresentados e discutidos dez casos clínicos de estase GI, em coelhos de estimação, presentes à consulta durante esse período. Os sinais mais frequentemente observados nestes animais, incluíram anorexia, diminuição/ausência na produção de fezes e dilatação abdominal. A principal causa da estase GI nestes pacientes deveu-se a uma dieta inadequada, no entanto, outras etiologias frequentes foram, ainda, o stress e a dor (muito vulgarmente causada por problemas dentários). De acordo com os casos clínicos observados, é de salientar a importância da precocidade na administração do tratamento adequado, para que assim se consiga restabelecer a motilidade GI, não descurando, no entanto, o diagnóstico da etiologia primária, que deve ser realizado simultaneamente.
ABSTRACT - Gastrointestinal stasis in rabbit - Nowadays, the rabbit is a fairly common pet, for this reason, it is important for the Veterinarian, to be updated on this “exotic” patient, in order to handle and treat it, accordingly. One of the most common emergencies in this species, is gastrointestinal stasis, an acquired disease, where reduced to inexistent GI tract motility occurs. It is one of the most challenging problems the veterinarian might be presented with, due to its complex treatment and slow recovery of the patient. This essay was the result of a six months training, on Centro Veterinário de Exóticos do Porto. Ten GI stasis clinical cases, on rabbit pets, are presented and discussed; all of them took place during the training. The most commonly observed signs included anorexia, reduced /no faeces output and abdominal enlargement. The main cause for GI stasis in these patients, was an inadequate diet, although, other frequent aetiologies were stress and pain (commonly caused by dental problems). According to the analyzed clinical cases, it is mandatory to emphasize the importance of early adequate treatment administration, so GI motility might be re-established. Nevertheless, diagnosing the primary aetiology must take place simultaneously.
Descrição: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/4935
Aparece nas colecções:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Estase Gastrointestinal no coelho.pdf100,66 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.