Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/4928
Título: Avaliação das alterações clínicas e ecográficas de articulações de equídeos acometidos por osteoartrite, e a sua relação com a evolução após o tratamento
Autor: Miranda, Mariana da Silva
Orientador: Baccarin, Raquel Yvonne Arantes
Luís, José Paulo Pacheco de Sales
Palavras-chave: articulação
osteoartrite
ecografia articular
claudicação
tratamento
equídeo
joint
osteoarthritis
joint ultrasound
lameness
treatment
equide
Data de Defesa: 23-Nov-2012
Editora: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citação: Miranda, M.S. (2012). Avaliação das alterações clínicas e ecográficas de articulações de equídeos acometidos por osteoartrite, e a sua relação com a evolução após o tratamento. Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Resumo: A osteoartrite (OA) é responsável pela grande maioria das claudicações em equídeos e pelo final precoce da vida desportiva de muitos deles. O seu diagnóstico e tratamento constituem ainda hoje um enorme desafio. Muito frequentemente o equídeo chega para atendimento veterinário após algum tempo de evolução da doença, tornando mais difícil a terapêutica e o estabelecimento de um prognóstico. Com esta dissertação procurou-se, além de construir uma revisão bibliográfica concisa e actual acerca da OA equina, efectuar um estudo retrospectivo. Para tal foi utilizada, como população de estudo, os equídeos atendidos no Serviço de Clínica Médica de Equinos do Hospital Veterinário da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo, Brasil, no período de Janeiro de 2007 a Janeiro de 2012. Foi analisado o perfil de 98 equídeos (equinos e muares), com um total de 135 articulações com OA, 94 das mesmas avaliadas ecograficamente. O objectivo foi relacionar dados do exame clínico, ecográfico e da terapêutica instituida, para posteriormente fornecer informação suplementar, de forma a que prognósticos mais precisos acerca dos casos de OA possam ser efetuados. Para cada tipo de articulação foram registadas as seguintes variáveis: nome, membro afectado, calor, dor, aumento de volume, grau de claudicação, tratamento efectuado e resposta ao tratamento. Foi efectuada uma avaliação das imagens ecográficas, a fim de se estabelecer uma graduação ecográfica para cada articulação com OA. Verificou-se que a maioria dos equídeos pertencia à espécie equina, com idade média de 8,7 anos, das raças Mangalarga Marchador, Quarto de Milha e Brasileiro de Hipismo, pesando em média 450 kg. A análise dos dados demonstrou não existir relação entre a graduação ecográfica e os parâmetros: grau de claudicação, dor e calor articular, raça, membro afectado (torácico ou pélvico) e articulação acometida. Contudo, a presença de aumento de volume articular está associado a graduações ecográficas maiores, podendo este ser utilizado para estabelecer índices prognósticos. O tratamento indicado para as diferentes articulações com OA foi independente do número de alterações ecográficas presentes, contudo dependeu do tipo de articulação acometida. A obtenção, ou não, da melhoria não dependeu do tratamento escolhido. Este estudo pode constituir um ponto de partida para investigações futuras de relação entre parâmetros ecográficos, clínicos e terapêuticos, com vista a um maneio cada vez mais adequado desta doença, assim como a um melhor diagnóstico e prognóstico da mesma.
ABSTRACT - Evaluation of the clinical and ultrasonographic changes in joints of equides with osteoarthritis, and its relation with the post treatment evolution - Osteoarthritis (OA) is characterized by a molecular inflammation, and it is responsible for most lameness in horses and for the early retirement of sport horses worldwide. Osteoarthritis diagnosis and treatment are still, a massive clinical challenge. Frequently, the equide starts to be treated only some time after the outbreak of the disease, which makes both treatment and the establishment of prognosis more difficult. The purpose of this study is to do a retrospective study, along with a current and precise research about equine OA. The target population were the horses examined in the Internal Medicine Service of the Veterinary Hospital of the College of Veterinary Medicine and Animal Science of São Paulo’s University, Brazil, from January 2007 to January 2012. The clinical profile of 98 equides was analysed, as well as 135 joints. In 94 of them an ultrasonographic examination was performed. The purpose was to relate data from the clinical examination, ultrasound examination and treatment, so that extra information might be provided to the clinicians, for a better prognosis. For each joint, the following parameters were registered: name, limb, pain, heat, enlargement, lameness degree, treatment performed and treatment response. An evaluation of the ultrasonographic pictures was performed, in order to establish an ultrasonographic score of each joint with OA. It was possible to verify that most of them were equines, with an average age of 8,7 years, from Mangalarga Marchador, Quarter Mile and Sport Brazilian breeds, weighting around 450 kg. The statistical analysis did not show any relation between the ultrasonographic score and the following parameters: lameness score, joint pain and heat, breed, affected limb and affected joint. But the presence of joint enlargement was associated with higher ultrasonographic scores, and it may be used to establish prognosis parameters. The treatment performed in the different joints was independent from the amount of ultrasonographic changes, but it was dependent on the type of joint affected. The clinical improvement was not associated with the type of treatment applied.
Descrição: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/4928
Aparece nas colecções:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.