Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/484
Título: Radioactividade em algumas espécies de pescado, da zona de captura do Atlântico Nordeste, consumidas em Portugal
Autor: Sousa, Ana Filipa Caseiro Pinto
Orientador: Carvalho, Fernando da Piedade
Vaz, Yolanda Maria
Palavras-chave: Peixes
Atlântico Nordeste
Polónio-210
Chumbo-210
Césio-137
Potássio-40
Consumo de pescado
Dose de radiação para o Homem
Fishes
North-East Atlantic Ocean
Polonium-210
Lead-210
Cesium-137
Potassium-40
Consumption of fishery products
Radiation dose to man
Data de Defesa: 2008
Editora: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Resumo: Este trabalho apresenta os resultados da monitorização da actividade do polónio (210Po), chumbo (210Pb), potássio (40K) - radionuclidos de origem natural - e do césio (137Cs) - radionuclido de origem artificial -, durante 4 meses (de Janeiro a Abril de 2006), no carapau (Trachurus trachurus), na sardinha (Sardina pilchardus), na pata-roxa (Scyliorhinus canicula), na sarda (Scomber scombrus) e na faneca (Trisopterus luscus). As amostras analisadas compreendem o tecido muscular, o fígado e as gónadas das espécies referidas, capturadas no Atlântico Nordeste, ao largo da zona de Peniche. A concentração do polónio nestas amostras foi sempre mais elevada que a dos outros radionuclidos. Este radionuclido acumula-se preferencialmente nas vísceras e, sobretudo, no fígado. Tendo em conta as taxas de consumo anuais destas espécies, e o seu lugar na dieta, foi calculada a dose de radiação para o consumidor devida à ingestão dos radionuclidos acima referidos. Concluiu-se que a maior contribuição para a dose de radiação é devida ao 210Po, sendo comparativamente muito pequena a contribuição do principal radionuclido de origem artificial, o 137Cs. Não há, pois, no presente um risco de exposição da população Portuguesa às radiações ionizantes pelo consumo dos produtos da pesca.
ABSTRACT: This work shows the results of environmental radioactivity monitoring of polonium (210Po), radioactive lead (210Pb), radioactive potassium (40K) – radionuclides of natural origin – and radioactive cesium (137Cs) – radionuclide of artificial origin. Measurements were made during 4 months (from January till April 2006), on the Atlantic horsemackerel (Trachurus trachurus), the sardine (Sardina pilchardus), the small-spotted catshark (Scyliorhinus canicula), the Atlantic mackerel (Scomber scombrus) and the pouting (Trisopterus luscus). Samples analysed include muscle tissue, liver and gonad of all fish species mentioned above, from captures in the North-East Atlantic off Peniche. 210Po concentration in tissue samples was always higher than concentrations of other radionuclides. Furthermore, 210Po accumulates more in the fish viscera, specially in the liver. Taking into account the annual consumption rates of these species, and its role in Portuguese diet, the radiation dose to consumers through ingestion of those radionuclides was computed. It is concluded that the main contribution for the absorbed radiation dose to consumers is due to 210Po and the radiation dose for 137Cs is comparatively small. At the present, there is no significant ionising radiation exposure risk to the Portuguese population through consumption of fish products.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Saúde Pública Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/484
Aparece nas colecções:BFMV - Teses de Mestrado
DPASA - Teses de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese_Final.pdf1,27 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.