Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/4834
Título: Esterilização em cães
Autor: Carvalho, Joana Margarida Ferreira Gil de
Orientador: Mateus, Luísa Maria Freire Leal
Pereira, Gonçalo Alexandre da Graça
Palavras-chave: Agressividade
Gonadectomia
Comportamento
Canis lupus familiaris
Complicações clínicas
Factores de risco
Aggression
Gonadectomy
Behavior
Clinical complications
Risk factors
Data de Defesa: 18-Out-2012
Editora: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citação: Carvalho, J.M.F.G. (2012). Esterilização em cães. Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Resumo: A agressividade é um comportamento multifactorial, considerado indesejável, independentemente do contexto e motivação que tenham levado à sua ocorrência. A ovariohisterectomia e orquiectomia são cirurgias de rotina com vários benefícios, mas também com algumas consequências negativas a curto e/ou a longo prazo. Este estudo teve como objectivos avaliar: a influência da gonadectomia sobre a agressividade canina, alguns factores de risco e contextos relacionados com agressividade, os comportamentos agressivos mais exibidos pelos cães e a atitude do proprietário face a esses comportamentos. Foram igualmente avaliadas as repercussões clínicas da gonadectomia, a curto-prazo, e os motivos mais frequentes que levam os proprietários a optar pela esterilização. Foi realizado um estudo prospectivo com recurso a questionários efectuados, com intervalo de 6 meses, aos proprietários de 51 animais saudáveis não esterilizados e 51 animais esterilizados. Neste estudo, verificou-se que a gonadectomia não influenciou a agressividade canina a curto-prazo. Os animais gonadectomizados apresentaram 3 vezes maior probabilidade de aumento de peso e de consumo de alimento comparativamente aos inteiros. Foi também observado uma maior incidência de comportamentos agressivos em animais mais velhos e que os comportamentos agressivos se tornam mais evidentes mais cedo nas cadelas.
ABSTRACT- Sterilization in dogs – Clinical and behavioral influence - Aggressive behavior is multifactorial and considered undesirable, regardless of the context and motivation which leading to its occurrence. Ovariohysterectomy and orchiectomy are routine surgeries due to their countless benefits. However, they also imply some short and/or long-term negative consequences. This study aims to evaluate the influence of gonadectomy on canine aggression, some risk factors and contexts related to aggression, type of aggressive behaviors exhibited by dogs and owner’s attitude address to these behaviors. The short-term clinical effects of gonadectomy and the most common reasons that lead owners to spay their dogs were also evaluated. In this study, we performed a prospective study using questionnaires conducted with an interval of 6 months, to the owners of 51 healthy nonsterilized animals and 51 sterilized animals. In this study short-term gonadectomy did not influence canine aggression. Neutered animals showed 3 times higher probability of weight gain and food consumption compared to non-sterilized dogs. It was also observed a higher incidence of aggressive behaviors in older animals and that aggressive behavior become apparent earlier in the bitch.
Descrição: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/4834
Aparece nas colecções:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Esterilizaçao em caes.pdf2,16 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.