Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/4829
Título: Padrões de coordenação interpessoal no rugby : análise de comportamentos colectivos em situação de jogo
Autor: Rodrigues, Marta Sofia Gaspar
Orientador: Passos, Pedro José Madaleno
Palavras-chave: Abordagem dinâmica ecológica
Coordenação inter-pessoal
Possibilidades de acção
Rugby
Data de Defesa: 2012
Citação: Rodrigues, Marta S. G.(2012) - Padrões de coordenação interpessoal no rugby : análise de comportamentos colectivos em situação de jogo. Dissertação de Mestrado em Treino de Alto Rendimento. Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Motricidade Humana.
Resumo: A coordenação interpessoal em desportos colectivos como o rugby resulta da interacção mútua e recíproca entre o indivíduo e o ambiente, implicando que os jogadores tenham um comportamento adaptativo, caracterizado por constantes ajustes e reajustes, sustentados por dinâmicas de interacção que cada um estabelece com os jogadores que lhes estão próximos (i.e., parceiros de equipa ou adversários) (Passos, 2010). Deste modo, no decorrer do jogo, os jogadores encontram inúmeras oportunidades de acção (affordances), possíveis num dado momento e com um determinado conjunto de condições (Fajen, Riley, & Turvey, 2008). Assente na perspectiva teórica da Psicologia Ecológica, a qual enfatiza a interacção entre o sujeito e o envolvimento (Gibson, 1979), este estudo pretende analisar as dinâmicas de coordenação interpessoal das subunidades de ataque que se formam durante um jogo de rugby. Para a recolha de dados, recorremos a uma amostra de 15 jogadas seleccionadas após a filmagem de 3 jogos do Campeonato Nacional da I Divisão de equipas seniores masculinas na época 2010/2011. As imagens foram capturadas com uma frequência de 25 Hz usando uma única câmara de vídeo. A digitalização das imagens foi realizada através do software Labio 6.9 e a conversão das coordenadas recorrendo ao método Transformações Lineares Directas (Abdel-Aziz & Karara, 1971) com quatro pontos de calibração. Este método foi aplicado através do software MATLAB® R2009b. Os resultados do estudo permitiram caracterizar três tipos de jogadas, que diferem em função das correlações entre atacantes e entre defesas. Assim, para valores elevados e positivos de coordenação interpessoal (i.e., valores de r entre 0,8 < r < 1) criam-se affordances que conduzem ao sucesso quando os adversários apresentam simultaneamente valores inversos ou inferiores. A velocidade relativa apresenta-se como um parâmetro que influencia as affordances dos jogadores, contrariamente à distância interpessoal, sendo que a associação entre as mesmas influencia o sucesso da jogada. Pode-se concluir que as interacções ataquedefesa manifestam diferentes padrões comportamentais para chegar a um mesmo fim. Consideramos que este estudo estreita a relação entre o treino e a competição, pela descoberta de variáveis coordenativas que poderão ser exploradas pelos treinadores no sentido de melhorar a performance dos seus atletas, contribuindo para o progresso da abordagem dinâmica ecológica.
Descrição: Mestrado em Treino de Alto Rendimento
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/4829
Aparece nas colecções:BFMH - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese Marta Rodrigues (MTAR).pdf1,56 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.