Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/4817
Título: Comércio determinado por diferentes dotações de fatores produtivos entre países: o modelo Hecksher-Ohlin
Autor: Leão, Pedro
Data: 2012
Editora: ISEG - Departamento de Economia
Citação: Leão, Pedro. 2012. "Comércio determinado por diferentes dotações de fatores produtivos entre países : o modelo Hecksher-Ohlin ". Instituto Superior de Economia e Gestão - DE working papers nº 33/2012/DE/UECE
Relatório da Série N.º: DE working papers;33/2012/DE/UECE
Resumo: As apresentações habituais do modelo Hecksher-Ohlin (HO) nos livros de texto têm quatro problemas: análise por vezes superficial dos mecanismos económicos relevantes; escassa ilustração através de exemplos económicos concretos da capacidade explicativa do modelo; utilização de análises matemática e sobretudo gráfica frequentemente desnecessárias; e utilização da hipótese, muito discutível, de que a remuneração de um factor é determinada pela sua produtividade marginal – opção que acaba por afastar a discussão da realidade económica concreta. Estes problemas – designadamente, a ênfase na análise formal e o défice de análise económica e de exemplos ilustrativos - conferem um “sabor artificial” ao modelo HO, tornando-o pouco credível. O presente artigo pretende dar um contributo para a resolução deste problema, apresentando uma exposição do modelo HO diferente das habituais nos livros de texto. São de destacar os seguintes contributos: i) a precisão da noção de “preço do capital”; ii) o esclarecimento da noção de abundância de capital; iii) a recuperação de exemplos do texto clássico de Ohlin muito elucidativos a respeito da capacidade explicativa do teorema HO; iv) uma possível explicação para o paradoxo de Leontieff; v) a ilustração do efeito da especialização sobre os preços relativos dos factores e dos bens com base em gráficos diferentes dos habituais; vi) uma explicação para a origem dos ganhos do comércio diferente da tradicional; vii) a discussão do efeito do comércio sobre o rendimento real dos factores sem a utilização da hipótese – muito discutível - de que a remuneração de um factor é determinada pela sua produtividade marginal; viii) a discussão do efeito que o comércio e o progresso técnico terão tido sobre a evolução dos salários reais de trabalhadores americanos com diferentes níveis de qualificação desde 1979; ix) por último, a explicação do teorema de Rybczynski a partir de um exemplo concreto: o aprofundamento da especialização portuguesa em têxteis, vestuário e calçado na década a seguir ao 25 de Abril de 1974.
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/4817
ISSN: 0874-4548
Versão do Editor: https://aquila.iseg.utl.pt/aquila/getFile.do?method=getFile&fileId=300386&contentContextPath_PATH=/departamentos/ec/lateral/menu-working-papers/nova-serie/2012&_request_checksum_=1e2f8c86d22c59e92c55d466cfd9cbd639926e73
Aparece nas colecções:DE - Documentos de trabalho / Working Papers
UECE - Documentos de Trabalho / UECE - Working Papers

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DE WP 33.pdf410,66 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.