Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/4733
Título: Ecomosaico florestal: composição, indices de informação e abdução
Outros títulos: Forest ecomosaic: composition, information indices, abduction
Autor: Casquilho, José Pinto
Palavras-chave: information values
characteristic values and expected utility
Data: 2012
Editora: UFV
Citação: "Revista Árvore". ISSN 1806-9088. 36:2 (2012) 321-329
Resumo: This work presents a set of indices of information on the composition of landscape mosaics which extends to the concept of ecomosaic. These indices are successive generalizations of the Shannon function, used to measure landscape diversity, and interpreted as statistical entropy, or average value of information of a canonical system, a macroscopic parameter of a stochastic system; the formulas can also be considered to represent average or expected values of preferences, related with utility functions used in a broad sense of the concept. The information indices discussed in this paper are exemplified by a hypothetical scenario planning in the region of Nisa, Portugal, characterized by economic indicators of the value of forest habitats. The indices are also used to anchor a reflection that goes around three beacons relating to the concept of information: the Theories of Situation, Relevance, and Decision. The whole exercise may be seen as an abduction procedure, running a rational strategy that can serve as a basis for decision-making on the planning of the territory or also, it serves to investigate dynamic changes in the composition of the landscape mosaic. In the case exemplified the indices show that the cork oak and the umbrella pine forests are, by far, the most promising habitats in the region, under a scenario with no biophysical constraints
______________________________Neste trabalho, apresenta-se um conjunto de índices de informação sobre a composição do mosaico de paisagem, que se estende ao conceito de ecomosaico. Esses índices são generalizações sucessivas da função de Shannon, utilizada para medir a diversidade da paisagem e também interpretada como entropia estatística, ou valor médio de informação de um sistema canônico, um parâmetro macroscópico de um sistema estocástico; ainda podem ser considerados valores médios, ou esperados, de preferências, aparentadas com funções de utilidade usadas num sentido amplo do conceito. Os índices de informação discutidos são exemplificados através de um cenário hipotético de planejamento na região de Nisa, em Portugal, caracterizado por indicadores econômicos do valor de habitats florestais característicos da região. Os índices são também utilizados para referenciar uma reflexão que se processa à volta de três balizas respeitantes ao conceito de informação: as teorias da situação, da relevância e da decisão. No seu âmbito mais lato, trata-se de um exercício de abdução, operacionalizando uma estratégia racional que pode servir de base à tomada de decisões sobre o planejamento do território ou, ainda, para investigar a dinâmica de alterações na composição da paisagem. No caso exemplificado, os índices apontaram que o montado de sobro e o pinhal manso são de longe os habitats florestais mais promissores na região, num cenário sem restrições biofísicas.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/4733
ISSN: 1806-9088
Aparece nas colecções:CEABN - Artigos de Revista

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
REP-Casquilho-a13v36n2.pdf457,35 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.