Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/4722
Título: Ensaios sobre políticas de emprego e empregabilidade
Autor: Simões, Nádia Nogueira
Orientador: Escária, Vítor
Passos, José
Palavras-chave: emprego a tempo parcial
auto-emprego
escolha ocupacional
mobilidade ocupacional,
subsídio de desemprego
políticas de emprego
part-time employment
self-employment
occupational choice
occupational mobility
unemployment insurance
active labour market policies
Data de Defesa: Jun-2009
Editora: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citação: Simões, Nádia Nogueira. 2009. "Ensaios sobre políticas de emprego e empregabilidade". Tese de Doutoramento. Universidade Técnica de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão.
Resumo: Recentemente, foram introduzidas em Portugal diversas reformas estruturais no sistema de protecção social com impacto nas decisões ocupacionais dos indivíduos. A análise procurará contribuir para o conhecimento do funcionamento do mercado de trabalho português e permitirá retirar conclusões em termos de política económica. Começaremos por uma revisão da literatura sobre os efeitos do subsídio de desemprego nos esforços de procura de emprego dos beneficiários, no tempo que permanecem no desemprego e na qualidade dos empregos que encontram. Depois de analisados os modelos de procura de trabalho e de escolha entre trabalho e lazer, discutem-se as abordagens que referem a monitorização, as sanções e a articulação com outras políticas activas de emprego como soluções para reduzir os efeitos adversos da atribuição do subsídio de desemprego. Seguidamente, analisamos que factores condicionam a entrada no emprego a tempo parcial no contexto da economia portuguesa. Complementamos a evidência disponível nos estudos já realizados, fazendo uma distinção entre a entrada no emprego a horário parcial por conta de outrem e por conta própria. Desenvolveremos a análise para cada um dos géneros separadamente para aferir se as políticas que visam aumentar a taxa de emprego parcial devem ser diferenciadas. Ainda relacionado com o emprego a tempo parcial, utilizaremos uma experiência natural para avaliar se o aumento do subsídio de desemprego parcial, introduzido em Portugal no primeiro trimestre de 2003, incentivou a aceitação destes empregos pelos beneficiários de subsídio de desemprego. Sobre o auto-emprego, com recurso a uma experiência natural, tentaremos aferir se um aumento do valor das contribuições para a segurança social desmotiva o desenvolvimento de actividades por conta própria e/ou condiciona a sua duração. Por último, estudaremos qual o perfil dos indivíduos que se tornam trabalhadores independentes e identificaremos que factores contribuem para aumentar a probabilidade da actividade por conta própria ser encerrada, fazendo uma diferenciação entre transições para o trabalho assalariado e para a inactividade/desemprego.
Recently, several reforms have been introduced in the Portuguese social protection system. This thesis will try to understand how these changes affected the occupational choices of active adults, and will also assess the efficiency of the new policies in meeting the established goals. A survey, on the effects of unemployment insurance on job search efforts, unemployment duration, and the quality of the following jobs, is presented in chapter 1. Both job search models and leisure-consumption decision models are discussed, as well as an argument from research that monitoring, sanctions and active labour market policies are a solution for decreasing moral hazard among unemployment insurance beneficiaries. In addition, we also study the determinants for entry into part-time jobs in the Portuguese economy. This analysis complements the available empirical evidence by distinguishing between entry into self-employment part-time jobs and entry into wage sector part-time jobs. This research also shows whether policies implemented to foster part-time employment should be gender sensitive. Furthermore, a natural experiment will be used to evaluate whether an increase in partial unemployment insurance raises the likelihood of a part-time job being chosen by an unemployment insurance beneficiary. Finally, this study also analyzes the determinants of entry into self-employment as well as the factors influencing the duration of self-employment in Portugal. We exploit a natural experiment to assess whether increases in social security contributions rates have influenced the likelihood of entry into self-employment.
Descrição: Doutoramento em Economia
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/4722
Aparece nas colecções:DE - Teses de Doutoramento / Ph.D. Thesis
BISEG - Teses de Doutoramento / Ph.D. Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TD-NNS-2009.pdf6,44 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.