Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/4706
Título: A construção da cidade pós-Quioto. Interface de transpostes, Sete Rios, Lisboa
Autor: Martins, Ricardo Barros Pombo
Orientador: Lopes, João Lúcio
Palavras-chave: Interface urbano
Pólo urbano
Sustentabilidade
Intermobilidade
Urban interface
Urban Pole
Sustianability
Intermodality
Data de Defesa: Jul-2011
Editora: Faculdade de Arquitectura de Lisboa
Citação: MARTINS, Ricardo Barros Pombo - A construção da cidade pós-Quioto. Interface de transpostes, Sete Rios, Lisboa. Lisboa : FA, 2011. Tese de Mestrado.
Resumo: Foi após o aparecimento dos primeiros fenómenos do aquecimento global que surgiram as discussões em torno da temática da mudança climática. O Protocolo de Quioto e a Conferência de Copenhaga assumem-se como alguns dos mais importantes acordos internacionais que definiram objectivos gerais e metas concretas no sentido de contrariar o aquecimento global e emissões de gases com efeito de estufa. Nas ultimas décadas a nível nacional e internacional foram vários os projectos urbanos e concursos lançados com o objectivo de melhorar e requalificar as cidades, tornando-as mais sustentáveis ambientalmente. Neste quadro inserem-se projectos e estratégias importantes a nível internacional, tais como: a consulta Le Grand Pari(s), London 2012, cidade de Masdar, e o Plano Nacional para as Alterações Climáticas em Portugal e a Estratégia Energético-Ambiental para Lisboa. Todos estes projectos e estratégias dão especial enfoque ao sector dos transportes, defendendo o uso e implementação de novos transportes públicos mais amigos do ambiente (bicicleta, carro eléctrico, etc). É neste contexto que surge o conceito de “Interface de Transportes”, infraestruturas urbanas que assumem um papel fundamental na rapidez e eficiência de mudança de transportes, ligadas à oferta de espaços de lazer, comércio, habitação e serviços. Os interfaces de transportes desempenham um papel importante na criação de “pólos de urbanidade”, um princípio fundamental na definição da cidade pós-Quioto. O conceito de interface e a ideia de intermodalidade são relativamente recentes em Portugal, daí o interesse em desenvolver um projecto urbano na zona de Sete Rios, uma área com grande convergência de fluxos, que se encontra actualmente desarticulada e disfuncional. Este projecto de intervenção surge em oposição ao Estudo Urbanístico encomendado pela CML para esta zona, uma vez que consideramos que Sete Rios constitui um importante nó de transportes criando assim um interface multifuncional, eficiente e denso, tanto no plano ambiental, como social e cultural O tema do “interface de transportes” desempenha um papel central neste relatório e na proposta projectual de requalificação da Estação de Sete Rios, desenvolvida nos anexos I e II. NOTA - A Biblioteca não recebeu qualquer anexo à data da recepção da presente dissertação.
ABSTRACT - It was right after the global warming phenomenon were firstly noticed that the discussions about the climate change theme began. The Kyoto Protocol and the Copenhagen Conference are considered as being some of the most important international agreements that have determined general and specific goals aiming the contradiction of both global heating and the discharge of green-house effect gases. For the last couple of years several urban projects and contests were introduced with the aim of improving and requalifying cities in order to turn them more environmentally sustainable. Based on this subject other important international projects and strategies were also introduced such as: the consult Le Grand Pari(s), London 2012, city of Masdar and Plano Nacional para Alterações Climáticas within Portugal and the Estrategia Energético-Ambiental para Lisboa. All these projects and strategies are particularly important to the transports sector, defending the use and development of new public transports more environmental friendly (bicycles, electric cars, etc.) It is in fact within this context that the concept of “Transports Interface” happens, urban infra-structures that play a very important role regarding both transports speed and change efficiency, joined together with leisure, market, lodging and services spaces offer. The transports interfaces play a very important role in the development of “urban poles”, a fundamental principle for the definition of the city pos-Kyoto. The interface concept and the intermodal idea are rather recent in Portugal therefore it is particularly interesting the development of the urban project at “Sete Rios” area, where several fluxes are reunited which are nowadays disarticulated and dysfunctional. This intervention project arises against the urbanistic study that has been ordered by Lisbon’s CityHall for this specific area, as we consider that “Sete Rios is a very important transport nodes creating a multifunctional, efficient and dense interface as far as environmental, social and cultural plans are concerned. The theme of “Transports interface” plays the central role within both this report and the project proposal regarding the requalification of “Sete Rios” Railway Station, developed on the enclosures I and II.
Descrição: Tese de Mestrado em Arquitectura com a especialização em Arquitectura
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/4706
Aparece nas colecções:BFA - Teses de Mestrado / Master Thesis
DPAUD - Tese de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Relatorio Final Ricardo Novembro 2011.pdf9,23 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.