UTL Repository >
ISEG - Instituto Superior de Economia e Gestão / ISEG - School of Economics & Management Lisbon >
Biblioteca Francisco Pereira de Moura / Francisco Pereira de Moura Library >
BISEG - Teses de Doutoramento / Ph.D. Thesis >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/4448

Título: Knowledge transfer within multinational corporations : how well does it flow?
Autor: Crespo, Cátia Fernandes
Orientador: Lages, Luís Filipe
Palavras-chave: Fluxos de Saída de Conhecimento
Fluxos de Entrada de Conhecimento
Empresas Multinacionais
Subsidiárias
Knowledge Outflows
Knowledge Inflows
Multinational Corporations
Subsidiaries
Issue Date: May-2012
Editora: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citação: Crespo, Cátia Fernandes. 2012. "Knowledge transfer within multinational corporations : how well does it flow?". Tese de Doutoramento. Universidade Técnica de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão.
Resumo: O conhecimento é considerado um dos mais importantes, se não o mais importante, recurso estratégico das empresas. Particularmente, no âmbito das empresas multinacionais (MNCs), a transferência interna de conhecimento coloca-se como o mais importante desafio estratégico. Contudo, a literatura com foco nas transferências internas de conhecimento no seio das MNCs é considerada ainda pouco desenvolvida. Com base nas perspectivas teóricas de organizational learning e da teoria baseada nos recursos, a presente investigação pretende contribuir para expandir o conhecimento teórico e empírico sobre as transferências de conhecimento intra-organizacional no seio das MNCs e, fundamentalmente, para alargar o conhecimento sobre os seus determinantes, efeitos moderadores e consequências. Colocando o foco da análise ao nível da subsidiária, procedemos à investigação das determinantes, moderadoras e consequências dos fluxos de conhecimento em quatro principais direcções: i) fluxos de saída de conhecimento da subsidiária para outra subsidiária; ii) fluxos de saída de conhecimento da subsidiária para a casa-mãe; iii)fluxos de entrada de conhecimento provenientes de outra subsidiária; e iv) fluxos de entrada de conhecimento provenientes da casa-mãe. As hipóteses são testadas através de uma combinação de dados recolhidos por questionário, com dados financeiros de fontes de informação secundária, para 202 subsidiárias portuguesas de MNCs sediadas em países da tríade (Europa, América do Norte e Japão). As características do conhecimento são consideradas como um tópico insuficientemente explorado na literatura dos fluxos de conhecimento intra-organizacional em MNCs. A necessidade de compreender como as características do conhecimento a ser transmitido, afectam o processo de transferência, é enfatizada pela literatura recente na área. Os nossos resultados contribuem para colmatar esta lacuna ao indicar que a clareza do conhecimento é um importante antecedente dos fluxos de conhecimento. Adicionalmente, a intensidade de comunicação estabelecida entre as unidades da MNC favorece o processo de transferência de conhecimento. Ao contrário da maioria dos estudos de transferência interna de conhecimento no seio de MNCs, que se focam exclusivamente na análise dos antecedentes dos fluxos de conhecimento, ignorando as suas consequências e implicações, o presente estudo fornece suporte empírico para o efeito positivo que os fluxos de conhecimento exercem na performance financeira global da MNC e da subsidiária. Adicionalmente, o presente estudo contribui para avançar o conhecimento sobre as interacções dos diversos determinantes da transferência de conhecimento através da análise de múltiplos efeitos moderadores. Interessantemente, a distância cultural nacional, a capacidade de absorvência, a centralização, a formalização, os mecanismos de integração lateral e vertical, os recursos especializados e a intensidade competitiva desempenham efeitos moderadores significativos no processo de transferência de conhecimento. Surpreendentemente, quando as transferências de conhecimento ocorrem lateralmente na MNC (relações entre subsidiárias), a formalização exerce um impacto negativo na relação entre a comunicação e os fluxos de saída de conhecimento.
Knowledge is considered one of the most important, if not the most important, strategic resource of firms. Particularly, within multinational corporations (MNCs), the internal knowledge transfer is perceived as the most important strategic challenge. However, research in the area of knowledge transference within MNCs is considered still to be scarce and in its early stages. Building on organizational learning and on resource-based view theoretical perspectives, this research intends to contribute to a broadening of the theoretical and empirical knowledge on intra-MNC knowledge transfer and advance the understanding of the determinants, interaction effects and consequences of intra-MNC knowledge transfers. Pursuing a subsidiary level of analyses, an investigation of knowledge flows determinants, interaction effects, and consequences is pursued in four main directions: i) knowledge outflows from a subsidiary to peer subsidiaries, ii) knowledge outflows from a subsidiary to the headquarters, iii) knowledge inflows from peer subsidiaries and iv) knowledge inflows from the headquarters. We test our hypotheses using survey data combined with secondary financial data from 202 Portuguese subsidiaries belonging to MNCs, headquartered in triad countries (Europe, North America, and Japan). The characteristics of the knowledge being transferred are considered an insufficiently explored topic in the MNC internal knowledge transfer literature. The current need to understand how the characteristics of the knowledge being transferred affect the transfer process is emphasized in the recent MNC knowledge transfer literature. Our results contribute to fill this gap, indicating that explicitness is an important antecedent of knowledge flows. Additionally, the intensity of communication between MNC units stimulates the knowledge transfer process. Unlike the great majority of studies on MNC's internal knowledge transfer, that place the focus exclusively on knowledge flows antecedents, ignoring its consequences and implications, the current study provides empirical support to the positive effect that knowledge flows exert on both the MNC's and the subsidiary's financial performance. Additionally, this study intends to broaden the research on interactions among different determinants of knowledge transfers, by analyzing multiple moderating effects. Interestingly, national cultural distance, absorptive capacity, centralization, formalization, lateral and vertical integrating mechanisms, specialized resources and competitive intensity perform significant moderating effects within the knowledge flows process. Surprisingly, when knowledge transfers take place laterally within the MNC (subsidiary-subsidiary relationship), formalization exerts a negative impact in the relationship between communication and knowledge outflows.
Descrição: Doutoramento em Gestão
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/4448
Appears in Collections:DG - Teses de Doutoramento / Ph.D. Thesis
BISEG - Teses de Doutoramento / Ph.D. Thesis

Files in This Item:

File Description SizeFormat
TD-CFC-2012.pdf1,54 MBAdobe PDFView/Open
Restrict Access. You can request a copy!
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE