Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/4430
Título: Avaliação da proficiência motora em crianças. Estudo da validade clínica do teste de Proficiência motora Bruininks-Oseretsky numa população de crianças, entre os 5 e 7 anos de idade, com perturbações do desenvolvimento
Autor: Carvalho, Joana Jorge de
Orientador: Melo, Ana Isabel Amaral do Nascimento Rodrigues de
Palavras-chave: Actividade física
Perturbações do desenvolvimento
Proficiência motora
Teste de proficiência motora de Bruininks-Oseretsky
Data de Defesa: 2011
Resumo: A proficiência motora constitui-se como um indicador relevante na avaliação do desenvolvimento da criança. Deste modo, é importante encontrar um material de avaliação reconhecido e validado para populações clínicas que permita consolidar o trabalho de avaliação e posterior intervenção terapêutica. Assim, definimos 5 objectivos. O primeiro objectivo foi avaliar a proficiência motora em crianças com perturbações do desenvolvimento (perturbação do desenvolvimento da coordenação - PDC, perturbação da hiperactividade e défice de atenção - PHDA, perturbação do espectro do autismo - PEA), com 5, 6 e 7 anos (n=33). Verificámos que o perfil de proficiência motora é heterogéneo para a população do grupo de estudo, não existindo diferenças entre o comportamento individual e a análise do grupo. No segundo objectivo verificámos a homogeneidade do perfil nas áreas do desenvolvimento motor em função das diferentes perturbações, com PDC (n= 15), PHDA (n= 8), PEA (n= 10). Concluímos que cada um dos três grupos de diagnóstico apresenta, na globalidade, resultados de pontuações médias heterogéneas. O terceiro objectivo foi comparar o perfil do desenvolvimento motor em crianças com perturbações do desenvolvimento (n=33) e sem perturbação do desenvolvimento (n=33), tendo sido observadas diferenças evidentes no desenvolvimento motor entre estes dois grupos de crianças. O quarto objectivo consistiu na comparação do perfil do desenvolvimento motor com hábitos de vida (n=33). Não encontrámos diferenças entre a prática de actividade física e a pontuação final no TPMBO-2. No quinto objectivo pretendemos verificar a pertinência da aplicação do instrumento em avaliação clínica para as idades 5 (n=11), 6 (n=10) e 7 (n=12). Percebemos que o TPMBO-2 é um instrumento de avaliação que contribui para conhecer o perfil de desenvolvimento motor de crianças, podendo constituir-se como um importante contributo no diagnóstico diferencial.
ABSTRACT : Motor proficiency is a relevant indicator in the assessment of children’s development. Thus, for clinical populations, it is important to have a recognized and validated assessment instrument that consolidates evaluation with subsequent therapeutic intervention. In this sense, here we defined five objectives. The first consisted of the evaluation of motor proficiency in children (5, 6 and 7 years old, n = 33) with developmental disorders (developmental coordination disorder DCD, attention deficit and hyperactivity disorder - ADHD, autism spectrum disorder - ASD). We found that the profile of motor proficiency was heterogeneous for the study’s population sample, with no differences between individual behavior and group analysis. In the second objective we verified the profile homogeneity in the various motor development areas in function of the different disorders, comprising DCD (n = 15), ADHD (n = 8), and ASD (n = 10). We concluded that each of the three diagnostic groups presented, overall, heterogeneous results regarding the average scores. The third objective consisted of comparing the profile of motor development between children with developmental disorders (n = 33) and children without developmental disorders (n = 33), with clear differences observed in motor development between the groups. In the fourth objective we sought to compare the motor development profile with lifestlyle habits (n = 33). No differences were found between physical activity and the TPMBO-2 final score. Lastly, in the fifth objetive we verified the appropriatedness of the instrument in clinical evaluation settings for ages 5 (n = 11), 6 (n = 10) and 7 (n = 12). We determined that the TPMBO-2 is a valuable instrument in the assessment of the motor development profile of children, and might represent an important contribution to differential diagnosis.
Descrição: Mestrado em Desenvolvimento da Criança na variante de Desenvolvimento Motor
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/4430
Aparece nas colecções:BFMH - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese Avaliação da proficiência motora em crianças_ Estudo da validade clínica do TPMBO-2.pdf1,49 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.