Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/4417
Título: Motivação e satisfação na Força Aérea Portuguesa
Autor: Costa, Marta Martins da Silva Berhan da
Orientador: Soares, Maria Eduarda Mariano Agostinho
Palavras-chave: Motivação
Satisfação
Forças Armadas
Força Aérea
Data de Defesa: Mai-2012
Editora: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citação: Costa, Marta Martins da Silva Berhan da. 2012. "Motivação e satisfação na Força Aérea Portuguesa". Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão.
Resumo: A motivação e a satisfação são duas questões que assumem especial interesse para as organizações, uma vez que potenciam o desempenho dos seus colaboradores. Este estudo analisa fatores de motivação e de satisfação no contexto específico da Força Aérea Portuguesa (FA), incluindo a análise dos níveis de satisfação dos militares da FA e a identificação os aspetos que os mesmos consideram como mais motivadores no seu contexto atual. O estudo tem ainda como objetivo contribuir para um maior conhecimento da relação entre os dois conceitos, através da identificação das relações entre fatores de motivação e fatores de satisfação. A amostra em estudo foi constituída por 504 militares da FA, contactados através do GroupWise da instituição, num e-mail em que se dava conhecimento dos objetivos do estudo e se fornecia um link para o questionário na plataforma SurveyMonkey. Os resultados revelaram a existência de quatro fatores de motivação (“Motivação Extrínseca”, “Motivação Institucional”, “Motivação Intrínseca” e “Motivação pela Conveniência”), três fatores de satisfação cognitiva (“Satisfação Intrínseca”, “Satisfação com as Chefias” e “Satisfação Extrínseca”) e um fator de “Satisfação afetiva”. Os militares inquiridos revelam elevados níveis de “Satisfação Afetiva”, “Satisfação Intrínseca” e “Satisfação com as Chefias”. A “Motivação Institucional” e a “Motivação Intrínseca” são consideradas como os fatores mais importantes de motivação. Por outro lado a “Motivação pela Conveniência” é considerada, como sendo a menos importante. A partir da análise das correlações entre as variáveis em estudo verificou-se que a “Motivação Institucional” e a “Motivação Intrínseca” afetam todos os fatores de satisfação; a “Motivação pela Conveniência” apenas afeta os aspetos cognitivos e não intrínsecos à tarefa; a importância dada pelos inquiridos à “Motivação Extrínseca” não tem efeito em nenhum dos fatores de satisfação.
Motivation and satisfaction are critical issues for organizations, since they can enhance employees’ performance. This study analyses motivation and satisfaction factors in the specific context of the Portuguese Air Force (FA), including the analysis of satisfactions levels and the motivation aspects considered as most important in this military context. The study also aims to contribute to the current knowledge on the relationship between the two concepts, by analyzing relationships between motivation factors and satisfaction factors. The sample includes 504 Air Force personnel, contacted through FA’s GroupWise. An e-mail was sent specifying the objectives of the study and providing a link to SurveyMonkey, an internet site used to collect data. Results showed four motivation factors (“Extrinsic Motivation”, “Institutional Motivation”, “Intrinsic Motivation” and “Convenience Motivation”), three cognitive satisfaction factors (“Intrinsic Satisfaction”, “Satisfaction with Superiors” and “Extrinsic Satisfaction”) and one “Affective Satisfaction” factor. The military participating in the survey reveal high levels of “Affective Satisfaction”, “Intrinsic Satisfaction” and “Satisfaction with Superiors”. “Institutional Motivation” and “Intrinsic Motivation” are considered the most important motivation factors and “Motivation by Convenience” the least important. Correlation analyses revealed that “Institutional Motivation” and the “Intrinsic Motivation” affect all satisfaction factors; “Motivation by Convenience” only affects the cognitive and non-intrinsic satisfaction factors; and “Extrinsic Motivation” has no effect on any of the satisfaction factors.
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/4417
Aparece nas colecções:DG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis
BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM-MMSBC-2012.pdf456,16 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.