Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/4411
Título: O relacionamento bilateral entre a União Europeia e a Argélia nos domínios económico e comercial : os primeiros cinco anos de vigência do acordo de associação
Autor: Inácio, Ivo Alexandre Nicolau Fernandes
Orientador: Romão, António
Palavras-chave: União Europeia
Argélia
Parceria Euro-mediterrânica
Comércio Internacional
Investimento Directo Estrangeiro
Relações Norte/Sul
European Union
Euro-Mediterranean Partnership
International Trade
Foreign Direct
North/South Relations
Data de Defesa: Dez-2011
Editora: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citação: Inácio, Ivo Alexandre Nicolau Fernandes. 2011. "O relacionamento bilateral entre a União Europeia e a Argélia nos domínios económico e comercial : os primeiros cinco anos de vigência do acordo de associação". Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão.
Resumo: Nos últimos anos, tem vindo a ser reforçado o relacionamento institucional entre a União Europeia e a Argélia, sobretudo com base no Acordo Euro-Mediterrânico de Associação celebrado entre aqueles dois actores que, entre outros objectivos, visa a constituição de uma Área de Comércio Livre até 2017. Este estudo pretende verificar, com recurso aos dados relativos ao comércio e investimento estrangeiro bilaterais se, e de que forma, aquele reforço das relações União Europeia/Argélia no plano institucional se traduziu num fortalecimento do relacionamento económico e comercial nos primeiro quinquénio de vigência do dito Acordo, i.e. entre 2005 e 2010, tendo presente que a Argélia solicitou em 2010 a revisão do calendário de desmantelamento tarifário visando a criação da dita Área de Comércio Livre. Os resultados apurados revelam, no período em apreço, um menor aumento do volume comercial do que em quinquénios precedentes, devido a um conjunto de factores, e evidenciam uma redução substancial do superávite no saldo comercial a favor da Argélia, devido a um maior crescimento do valor das importações argelinas da União Europeia do que das exportações. Tal parece dever-se mais a factores internos argelinos, como um aumento da procura interna, por um lado, e à existência de fragilidades estruturais da economia, como a elevada dependência das exportações do sector dos hidrocarbonetos, por outro, do que constituir um resultado directo do mencionado desmantelamento tarifário. No que respeita ao Investimento Directo Estrangeiro, verificou-se entre 2005-2010 um crescimento significativo da entrada de fluxos europeus na Argélia.
In the last years, the institutional relationship between the European Union and Algeria has been strengthened, particularly based on the Euro-Mediterranean Association Agreement signed between those two interlocutors which, among other objectives, aims at the creation until 2017 of a Free Trade Area. This study intends to verify, using data on bilateral trade and foreign investment, if and in what extent, that reinforcement of European Union/Algeria institutional relations resulted in a strengthening of the economic and trade relations in the first five years of enforcement of the said agreement, that is between 2005 and 2010, especially having present that Algeria has requested in 2010 the review of the calendar of tariff dismantling envisaging the creation of the above mentioned Free Trade Area. The results obtained reveal, within the period under review, a smaller increase of trade volume comparing to precedent homologue periods and show a substantial reduction in Algerian surplus in the trade balance, due to a higher growth in the value of Algerian imports from the European Union than that of the exports. This appears to be due more to Algerian internal factors, such as an increase in domestic demand, on the one hand, and the existence of structural weaknesses in the economy, like the high dependency of exports from the hydrocarbon sector, on the other, than being a direct result of the referred tariff elimination. As regards Foreign Direct Investment, there has been between 2005-2010 significant growth in inward flows to Algeria from European Union.
Descrição: Mestrado em Economia Internacional e Estudos Europeus
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/4411
Aparece nas colecções:BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis
DE - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM-IANFI-2011.pdf1,47 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.