Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/4397
Título: A Diplomacia Económica Portuguesa e a Internacionalização da Banca : Estudo de Caso
Autor: Joaquim, Cláudia Claro
Orientador: Costa, Carla Guapo
Palavras-chave: Diplomacia
Diplomacia Económica
Internacionalização
Bancos
Internacionalização da Banca
Diplomacy
Economic Diplomacy
Internationalization
Banks
Banking Internationalization
Data de Defesa: Set-2011
Editora: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citação: Joaquim, Cláudia Claro. 2011. "A Diplomacia Económica Portuguesa e a Internacionalização da Banca : Estudo de Caso". Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão.
Resumo: O conteúdo económico da diplomacia tem vindo a ser ampliado por força do movimento da globalização e pela integração da vertente económica em todos os sectores da sociedade. Esta vertente da diplomacia tem vindo a tornar-se cada vez mais num instrumento fundamental da actividade externa dos Estados e dos interesses de um país. Deste modo, aquela procura adaptar-se às circunstâncias actuais da economia portuguesa, o que obriga ao alargamento de funções e objectivos diplomáticos. Num contexto de mudança e de crescimento económico a internacionalização tornou-se num imperativo estratégico para qualquer banco. Os bancos portugueses procuram internacionalizar-se para mercados que apresentem vantagens competitivas globais ou específicas, ao mesmo tempo que têm vindo a desempenhar um papel primordial no apoio à internacionalização das empresas nacionais. Neste sentido, o presente trabalho procura analisar a evolução do modelo de diplomacia económica definido pelos diferentes governos e a internacionalização da banca portuguesa, que tem tido um papel muito relevante para o desenvolvimento económico do país, com a finalidade de constatar se existe relação entre estas duas temáticas.
The economic contents of diplomacy have been expanding as a result of the strength in the globalization movement and the integration of economic aspects in all the sectors of society. This particular type of diplomacy has become increasingly a fundamental tool of the external activity of the states and of the interests of a country. Thus, it seeks to adapt to the present situation of the Portuguese economy, forcing a widening of diplomatic roles and objectives. In a context of changing and economic growth, the internationalization has become a strategic imperative for any bank. The Portuguese banks seek to internationalize in global financial markets that show global or specific competitive advantages, and at the same time a primordial role in supporting the internationalization of national companies. With this purpose, the present essay hopes to analyze the evolution of the economic diplomacy model defined by the different governments and the internationalization of Portuguese banking, which has played a major role on the economic development of the country, in order to find if exists a connection between this two topics.
Descrição: Mestrado em Ciências Económicas
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/4397
Aparece nas colecções:DE - Dissertações de Mestrado / Master Thesis
BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM-CCJ-2011.pdf1,15 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.