Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/4238
Título: O que é o design? : a dimensão cognitiva da actividade de design : os designers nas organizações portuguesas de Design Industrial
Autor: Maia, Maria Manuela Barros
Orientador: Ferreira, José Maria Carvalho
Palavras-chave: design
cognição
pensamento visual
sustentabilidade
capitalismo
consumo
desmaterialização
cognition
visual thinking
sustainability
capitalism
consumption
dematerialization
Data de Defesa: Nov-2011
Editora: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citação: Maia, Maria Manuela Barros. 2011. "O que é o design? : a dimensão cognitiva da actividade de design : os designers nas organizações portuguesas de Design Industrial". Tese de Doutoramento. Universidade Técnica de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão.
Resumo: A proposta de teoria explicativa sobre a cognição em design pretende contribuir para a compreensão do modo de operar dos designers, considerando o modelo de pensamento que lhe está subjacente e que é detentor de características de uma natureza particular. Este conhecimento é extrapolado para processos de resolução de problemas incompletos, inerentes à complexidade da realidade, que consideram o modelo de racionalidade técnica em que assentam as actuais condições de funcionamento do capitalismo. A sustentabilidade dos actuais modos de vida com base no consumo é colocada em análise, com pensamento de design para a resolução de problemas onde existe uma literacia visual a par de uma literacia verbal. As potencialidades do modo visual, na proximidade à experiência sensorial original sem perda de significado, permitem-nos apontar para a possibilidade de transações imateriais com produtos analítico-simbólicos. Preconizando uma desmaterialização do consumo propõe-se o desenvolvimento de soluções com vista à sustentabilidade nos diferentes contextos de actividade humana, tendo como base processos cognitivos mais amplos e com melhores realizações.
The proposed theory about cognition in design aims to contribute to the understanding of the operating mode of designers, considering the model of thought behind it that holds characteristics of a particular nature. This knowledge is extrapolated to cases of incomplete problems resolution inherent to reality complexity, consider the model of technical rationality which based the current operating conditions of capitalism. The sustainability of current lifestyles based on consumption is placed on analysis, with design thinking to solve problems where there is a visual literacy along with a verbal literacy. The potential of the visual mode, close to the sensory experience without loss of original meaning, let us point to the possibility of imaterial transactions with symbolic-analytic products. Advocating a dematerialization of consumption it is proposed to develop solutions for sustainability in different contexts of human activity, based on cognitive processes broader and with better achievements.
Descrição: Doutoramento em Sociologia Económica e das Organizações
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/4238
Aparece nas colecções:DCS - Teses de Doutoramento / Ph.D. Thesis
BISEG - Teses de Doutoramento / Ph.D. Thesis



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.