Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/4230
Título: Representações e práticas do Empowerment nos trabalhadores sociais
Autor: Pinto, Carla Cristina Graça
Orientador: Carmo, Hermano de Almeida e
Palavras-chave: Empowerment
poder
trabalho social
trabalhadores sociais
representações
prática profissional
empowerment
power
social work
social workers
representations
professional practice
Data de Defesa: 23-Jan-2012
Editora: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas
Resumo: O estudo que aqui se apresenta visou a identificação e compreensão das representações e práticas do conceito de empowerment na perspectiva dos trabalhadores sociais. O estudo, de natureza exploratória e seguindo um paradigma qualitativo, foi realizado com base em trinta e sete entrevistas semi-estruturadas a uma amostra de trabalhadores sociais com experiência de intervenção directa e formação base em Serviço Social/Política Social. Os resultados evidenciam o amplo reconhecimento da importância do conceito de empowerment, mas igualmente a sua dificuldade de aplicação prática. Os principais conteúdos ligadas ao empowerment são as ideias de capacitação, consciência, autonomia e autodeterminação, responsabilidade e liberdade, dar poder, agir, participar, colaborar, conectar. A perspectiva dominante é a do empowerment pessoal e interpessoal. As práticas de empowerment caracterizam-se sobretudo por acções socioeducativas, informação e aconselhamento, atendimento, acompanhamento e participação. As representações e práticas de empowerment dos trabalhadores sociais tendem a ser congruentes entre si, contudo a perspectiva dos entrevistados em relação às construções teórico-académicas do conceito no trabalho social evidenciam algumas divergências, sendo para nós a mais importante o afastamento que os profissionais evidenciam em relação à dimensão sociopolítica do conceito, e por conseguinte à sua raiz significante que é o Poder.
This study aimed the identification and understanding of representations and practices of the concept of empowerment in the perspective of social workers. The study is exploratory in nature, and follows a qualitative paradigm. Thirty-seven semi-structured interviews were done to a sample of social workers with experience of direct intervention and graduated in Social work/Social policy. The results highlight the broad recognition of the importance of the concept of empowerment, but also the difficulty of its practical application. The main contents linked to empowerment are the ideas of capacitating, consciousness, autonomy and self-determination, responsibility and freedom, to give power, to act, to participate, to collaborate and to connect. The dominant perspective is the interpersonal and personal empowerment. The practice of empowerment is characterized mainly by socio-educational actions, information and counseling, care and follow-up, and participation. The social workers’ representations and practices of empowerment tend to be congruent with each other, however the perspective of the respondents in relation to the theoretical or academic constructions of the concept highlights some differences, being for us the most important the remoteness that professionals end up evidencing in relation to the socio-political dimension of the concept, and therefore to its root signifier that is power.
Descrição: Tese de Doutoramento em Ciências Sociais na especialidade de Política Social
Peer review: no
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/4230
Aparece nas colecções:BISCSP – Teses de doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
abstract tese Carla Pinto.pdf28,73 kBAdobe PDFVer/Abrir
Resumo tese Carla Pinto.pdf8,21 kBAdobe PDFVer/Abrir
tese_doutoramento doc definitivo 20fev.pdf2,65 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.