Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/4208
Título: Estratégias de maneio na prevenção da toxémia de gestação em cabras leiteiras
Autor: Duarte, Cristiana Raquel Barros
Orientador: Gromicho, Rita Áurea Tavares Fonseca Pascoal
Caldeira, Rui Manuel de Vasconcelos e Horta
Palavras-chave: caprinos
toxémia de gestação
factores predisponentes
estratégias alimentares
condição corporal
goats
pregnancy toxemia
predisposing factors
feeding strategies
body condition
Data de Defesa: 1-Fev-2012
Editora: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citação: DUARTE, C. R. B. (2012). Estratégias de maneio na prevenção da toxémia de gestação em cabras leiteiras. Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Instituto Superior de Agronomia, Lisboa.
Resumo: A toxémia de gestação é a doença metabólica mais comum em pequenos ruminantes. A sua incidência tem vindo a aumentar dado o contínuo incremento dos níveis de produtividade destes animais, factor predisponente para esta doença. O objectivo deste trabalho foi a avaliação de estratégias de maneio para a sua prevenção numa exploração intensiva de cabras leiteiras. Para isso procedeu-se à análise dos registos da exploração nos últimos 3 anos e acompanhou-se o efectivo no período peri-parto. A evolução da condição corporal demonstrou que o maneio alimentar é de uma forma geral correcto. No que respeita à doença, pode afirmar-se que ainda persiste, embora com incidência reduzida (3,84%) mas superior nas cabras secas (85,71%). Tal deve-se provavelmente ao seu maneio alimentar, pois as suas necessidades nutricionais não são aparentemente satisfeitas pela dieta utilizada, e a um menor exercício físico. De referir ainda que a maior parte dos casos ocorreu em primíparas, as quais têm necessidades nutricionais diferentes e são penalizadas na ingestão de alimento pela dominância dos animais adultos. O aperfeiçoamento das dietas destes animais, a disponibilidade de mais espaço para estimular o exercício físico e a separação das primíparas constituem sugestões de melhoria deste problema.
Pregnancy toxemia is the most common metabolic disease in small ruminants. Its incidence has been increasing due to the continuing raise in productivity levels of these animals, predisposing factor for this disease. The aim of this study was to evaluate the management strategies for its prevention in an intensive dairy goats farm. Farm records over the past three years were analyzed and the herd was monitored in the peri-partum period. Body condition changes showed that dietary management is generally correct. Pregnancy toxaemia still persists, although with a reduced incidence (3.84%) and most in dry goats (85.71%). This can probably be justified by dietary management because their nutritional requirements are not apparently satisfied by diet and also by insufficient physical activity. Most of this cases occurred in primiparae, which have different nutritional requirements and are frequently penalized in food intake by dominant adult animals. Improving the diets of these animals, the availability of exercise area and the separation of primiparae are suggested to decrease the incidence of pregnancy toxaemia.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Engenharia Zootécnica-Produção Animal
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/4208
Aparece nas colecções:DPASA - Teses de Mestrado
BFMV - Teses de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Estrategias de maneio na prevençao da toxemia de gestaçao em cabras leiteiras.pdf1,23 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.