UTL Repository >
Faculdade de Medicina Veterinária >
Biblioteca >
BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/4064

Título: O enriquecimento ambiental como estratégia de tratamento e prevenção da cistite idiopática felina
Autor: Alho, Ana Margarida Pignateli Vasconcelos de Assunção
Orientador: Pomba, Maria Constança Matias Ferreira
Pontes, Joana Vidal
Palavras-chave: Enriquecimento ambiental
Cistite Idiopática Felina
Stresse
Inquéritos
Environmental Enrichment
Feline Idiopathic Cystitis
Stress
Questionnaires
Issue Date: 2-Mar-2012
Editora: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citação: ALHO, A. M. P. V. A. (2012). O enriquecimento ambiental como estratégia de tratamento e prevenção da cistite idiopática felina. Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Resumo: O Enriquecimento Ambiental Felino é um tema pouco abordado e, no entanto, de fácil implementação, baixo custo, sem contra-indicações, actuando como factor de prevenção e tratamento da Cistite Idiopática Felina. Pretendeu-se neste estudo compreender o grau de conhecimento dos proprietários de felinos sobre o conceito de Enriquecimento Ambiental, nomeadamente a informação que detêm e as medidas que implementam na prática. Foram aplicados 130 inquéritos no Hospital Escolar da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade Técnica de Lisboa (HEFMV-UTL), questionando a aplicação de 22 medidas de enriquecimento ambiental. Observou-se que 20% dos proprietários implementa apenas entre 5 a 9 medidas, 74,62% entre 10 a 14 e 5,38% entre 15 a 19. Não se observou nenhum caso com 20 ou mais medidas implementadas. Constatou-se que as mais aplicadas eram as referentes à higiene (remoção diária dos dejectos e localização dos caixotes de areia em zonas ventiladas e não-movimentadas), que estavam implementadas por questões de salubridade e comodidade dos proprietários, e não pelo seu efeito correctivo ou preventivo de afecções nos felinos. As medidas menos implementadas eram as que exigiam uma maior informação específica e disponibilidade por parte dos proprietários, nomeadamente a utilização de feromonas, de dispensadores de comida, de estímulos olfactivos, auditivos e visuais. Posteriormente, foi proposta e aplicada uma escala de classificação do ambiente doméstico felino, em que se verificou que o ambiente oferecido pela maioria dos proprietários (74,62%) era apenas medianamente enriquecido. Constatou-se que apenas 8,46% dos proprietários conhecia o conceito de enriquecimento ambiental felino. Outro dos objectivos deste estudo consistiu no desenvolvimento e aplicação de um inquérito para averiguação das fontes de stresse, possivelmente responsáveis, pelo despoletar da Cistite Idiopática nos felinos. Dos 10 casos encontrados no HEFMV-UTL, as fontes de stresse mais frequentemente identificadas pelos proprietários foram o conflito intra-espécie (3 casos), ausência dos proprietários (2 casos), mudança de habitação (1 caso), mudança de habitação e conflito intra-espécie (1 caso) e obras na habitação (1 caso). Uma vez que o Enriquecimento Ambiental Felino permite a redução e prevenção do stresse felino e, considerando que a sua implementação está longe do padrão ideal proposto na literatura, pretende-se com este trabalho fazer deste conceito uma prática comum e acessível, através da sua consciencialização e divulgação junto dos proprietários e da classe Médico-Veterinária.
ABSTRACT - Environmental Enrichment as a strategy of Treatment and Prevention of Feline Idiopathic Cystitis - Feline environmental enrichment is an issue receiving little attention in spite of its easy implementation, low-cost, no contraindications and acting as a factor of prevention and treatment of Feline Idiopathic Cystitis. The main aim of this study was to understand the state of owners’ knowledge on environmental enrichment, namely information they got and measures implemented in practice. One hundred and thirty questionnaires were applied at the Hospital of the Faculty of Veterinary Medicine - Technical University of Lisbon, inquiring about the application of twenty two measures of environmental enrichment. Results have shown that 20% of the owners implement only 5 to 9 measures, 74,62% implement 10 to 14, 5,38% implement 15 to 19, and no cases of 20 or more applied measures. Hygiene related measures (daily cleaning of litter boxes and their location in private and ventilated areas), were the most adopted by owners, mainly by reasons of owners’ health and convenience and not by its corrective and preventive effect in feline’s health. The less implemented measures were those requiring more specific information and owners commitment, such as pheromone use, food balls, and olfactory, auditory and visual enrichment. Later on, it was proposed and applied a rating scale of feline domestic environment, where it was reported an environmental enrichment of medium quality (74,62%). Also important was the fact that only 8,46% of the owners knew the concept of Feline environmental enrichment. Another purpose of this study was the development and application of a questionnaire regarding the sources of stress, possibly responsible for triggering Feline Idiopathic Cystitis. Out of the 10 cases found at the Faculty Hospital, the most frequent source of stress identified by owners was intra-species conflict (3 cases), lack of owners’ presence (2 cases), house changing (1 case), intra-species conflict and house changing (1 case) and house construction works (1 case). Since feline environmental enrichment allows feline stress reduction and prevention, and considering its implementation far from the ideal pattern proposed in literature, the purpose of this research is to contribute to the incorporation of this concept in the common practice, through awareness and the advertisement to the owners and veterinary doctors’ community.
Descrição: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/4064
Appears in Collections:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Files in This Item:

File Description SizeFormat
O enriquecimento ambiental como estrategia de tratamento e prevençao da cistite idiopatica felina.pdf6,37 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE