Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/4040
Título: Frente ribeirinha e a cidade. Equipamentos públicos culturais como solução de conexão e regeneração
Autor: Sánchez, José Manuel Pagés
Orientador: Costa, José Manuel Aguiar Portela da
Palavras-chave: Frente ribeirinha
Waterfront
Vazio urbano
porto
Equipamento
Cultura
Data de Defesa: Out-2011
Editora: Faculdade de Arquitectura de Lisboa
Citação: SANCHEZ, José Manuel Pagés - Frente ribeirinha e a cidade. Equipamentos públicos culturais como solução de conexão e regeneração. Lisboa : FA, 2011. Tese de Mestrado.
Resumo: As relações entre cidade e rio, através dos espaços portuários, constituem uma constante no decorrer da evolução urbana nos diversos contextos culturais e históricos. As questões apresentadas na presente dissertação tencionam abordar a relação cidade-rio e os problemas que a afectam. O objectivo principal é a definição de uma estratégia de intervenção a nível urbano para poder melhorar esta relação, assim como a definição do papel que podem ter os equipamentos públicos culturais como elementos centrais de regeneração do espaço e conexão. Face a compreensão destas relações cidade-rio apresenta-se uma pesquisa no âmbito teórico, onde o estudo dos waterfront e a evolução do papel dos portos até as suas actuais configurações, são elementos fundamentais. Desenvolveu-se uma pesquisa e análise de três casos de estudo relacionados com a recuperação de waterfronts: Barcelona, Bilbau e Hamburgo. Concluiu-se que existe uma tendência a reservar estas zonas para espaço público, que a função cultural tem uma forte presença, sendo imprescindível a coordenação entre as diversas entidades participantes. Na escala referida ao equipamento cultural como elemento de ligação, foram analisados mais três casos de estudo: Os waterfronts urbanos Seattle Olympic Sculpture Park, Plataforma Tejo, e o Centro Cultural de Belém. Na análise destes projectos constata-se que os equipamentos culturais com espaços públicos elevados têm resultados muito positivos na ligação cidade - waterfront, e propiciam o aumento de fluxos de utentes do espaço público na frente de água. Para perceber a situação de Lisboa, foi feita uma pesquisa histórica e avaliou-se o problema da barreira existente que separa a cidade do Tejo; ao mesmo tempo, ao analisar a malha urbana, constatou-se a existência de vazios urbanos adjacentes à dita barreira. Finalmente a dissertação propõe uma estratégia urbana baseada numa intervenção nos vazios existentes. Neste caso o equipamento cultural associado ao espaço público funcionará como elemento fundamental dentro do sistema de ligações da Frente Ribeirinha. Este conceito será a base do desenvolvimento do projecto. A conclusão principal é a percepção de possíveis estratégias de intervenção no waterfront.
ABSTRACT - The problems concerning the relation city-river, repeat themselves along the urban evolution in different cultural and historical contexts. The issues here presented attempt to deal with the relation city-river, and several of the problems that affect this relation both in a local and global context. The main goal is to define an urban strategy of intervention that seeks to improve the city-river relations. The other main goal is to define the role that cultural public facilities can play as main elements in the regeneration and connection of space. Intending to understand the city-river relations, a theoretical research is presented. In this research the waterfront relations and the evolution of the role of the port through its current situation are key elements. A research and analysis is made, based on three study cases that deal with waterfront interventions: Barcelona, Bilbao and Hamburg. The conclusion was that there is a tendency to preserve these areas to public space that the cultural role has a strong presence, and that it is crucial the coordination between the several entities participating. In the other scale, referring to cultural facilities, three waterfront study cases that work as connecting elements between the city and the waterfront were analyzed: Seattle Olympic Sculpture Park, Plataforma Tejo and the Centro Cultural de Belém. In the analysis made it is noted that the cultural facilities that integrate in the project the elevated public space have very positive results to connect the two realities. These same cultural facilities also cause na increase of user fluxes of the public space in front of the water. To fully understand the case of Lisbon, a historical research was made, and the barrier problem that separates the city from the Tejo was detected. At the same time by analyzing the urban fabric, several urban voids adjacent to the barrier were founded. Finally an urban strategy based on the intervention in the existing voids is proposed. In this case the cultural facilities together with the public space will work as a key element in the network of connecting spaces with the waterfront. The main conclusion is the creation of possible waterfront intervention strategies, and the way to improve the city-river relation.
Descrição: Tese de Mestrado em Arquitectura
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/4040
Aparece nas colecções:DPAUD - Tese de Mestrado / Master Thesis
BFA - Teses de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Frente Ribeirinha e Cidade. Equipamentos culturais públicos como solução de conexão e regeneração.pdf61,47 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.