Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/3939
Título: Design for the" new consumer". The green kitchen as a catalyst for sustainable living
Autor: Casais, Mafalda Marques da Silva
Orientador: Almendra, Rita Assoreira
Palavras-chave: Design de produto
Sustentabilidade
Sustentabilidade afectiva
Cozinha verde
Novo consumidor
Product design
Affective sustainability
Green kitchen
New Consumer
Data de Defesa: Dez-2011
Editora: Faculdade de Arquitectura de Lisboa
Citação: CASAIS, Mafalda Marques da Silva - Design for the" new consumer". The green kitchen as a catalyst for sustainable living. Lisboa : FA. 2011. Tese de Mestrado
Resumo: A presente dissertação é um estudo exploratório sobre o habitar sustentável. Nesta investigação pretende-se compreender o que pode ser o habitar sustentável urbano (no contexto das sociedades ocidentais), tendo como elemento estruturante uma “Cozinha Verde”. Para além da caracterização do habitar urbano sustentável, o trabalho foca-se também na identificação e descrição do seu ‘habitante’ – aqui chamado de “Novo Utilizador / Consumidor”. O desenvolvimento destes dois conceitos (a Cozinha Verde e o Novo Consumidor) é feito com recurso à análise de estilos de vida vigentes e de tendências, e tem a intenção de criar – a partir do processo de construção mútua entre espaço e utilizador – reais soluções de design para a alteração do modo como o habitar é experienciado. Ao longo do trabalho argumenta-se que estes dois conceitos centrais podem ser apresentados como possíveis soluções para a questão de investigação: como pode o design, no contexto da cozinha como centro da habitação, agir como ferramenta e catalisador para uma mudança de mentalidades e comportamentos e provocar o debate sobre o habitar sustentável? O estudo baseia-se nos dois conceitos estratégicos - a "Cozinha Verde" e o "Novo Consumidor" – e divide-se em duas partes: uma parte introdutória de definição de uma série de conceitos básicos que sustentam as variáveis presentes na questão de investigação – incluindo Ecologia, Permacultura, Sustentabilidade, Sustentabilidade Afectiva, Espaço, Cultura Material e Necessidades Humanas –, e uma segunda e principal parte relativa à definição, elaboração e desenvolvimento dos dois conceitos centrais – a Cozinha Verde e o Novo Consumidor – à luz do actual contexto económico, social e ambiental. As duas partes baseiam-se na revisão da literatura, e na segunda parte é apresentado um projecto prático de uma Cozinha Verde e a validação do projecto é proporcionada pelo do input de vários especialistas. No que concerne à metodologia de investigação utilizada, opera-se com um tipo misto, não-intervencionista e intervencionista: a revisão da literatura em conjunto com a informação do Estado da Arte seguem-se de uma análise de dados das áreas da demografia, sociologia, ecologia, etnologia, etnografia e antropologia de modo a substanciar a definição dos conceitos supracitados e apresenta-se um projecto de intervenção de design, no qual através de investigação activa se exploram os conceitos mencionados.
ABSTRACT - The present dissertation is an exploratory study on sustainable living. The goal of this investigation is to envision how urban living (in western societies) can be sustainable, having a “Green Kitchen” as a structuring element. Besides the characterization of this sustainable urban living, the works also focuses on the identification and description of its ‘inhabitant’, which has been named the “New User / Consumer”. The development of these two concepts (the Green Kitchen and the New Consumer) is done by analyzing existing lifestyles and trends, and it has the intention of creating – from the process of mutual construction between space and user – real design solutions that change the way living is experienced. The dissertation is based on the research question how can design, within the context of the kitchen as the core of the household, act as a tool and a catalyst for a change in mentalities and behaviour and provoke a debate on sustainable living? The study builds on the two strategic concepts – the Green Kitchen and the New Consumer – and it is divided into two parts: an introductory first part regarding a definition of a series of basic concepts that support the variables in the research question – including Ecology, Permaculture, Sustainability, Affective Sustainability,Space, Material Culture and Human Necessities –, and the second and main part concerning the definition, development and detailing of the two central concepts – the Green Kitchen and the New Consumer – in the light of the present economical, social and environmental context. Both parts are based on literature study, while in the second part a practical project of a Green Kitchen is presented and validation of the project is provided by expert input. Throughout the dissertation we argue that these two central concepts can be presented as potential solutions for the abovementioned research question. As for the research methodology, we decided to use mixed methods of approach, both non-interventionist and interventionist: the literature together with the State of the Art information are followed by an analysis of data from the fields of demography, sociology, ecology, economy, ethnology,
Descrição: Tese de Mestrado em Design de Produto
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/3939
Aparece nas colecções:DHTAUD - Teses de Mestrado / Master Thesis
BFA - Teses de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
dissertation final_Mafalda Casais.pdf10,99 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.