UTL Repository >
FMH - Faculdade de Motricidade Humana >
BFMH - Biblioteca da Faculdade de Motricidade Humana - Noronha Feio >
BFMH - Teses de Doutoramento / Ph.D.Thesis >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/3830

Título: Maturação e sucesso escolar
Autor: Barrigas, Carlos Ferreira
Orientador: Fragoso, Maria Isabel Caldas Januário
Palavras-chave: Auto-estima
Capacidade de raciocínio
Desempenho académico
Desenvolvimento psicossocial
Estatuto sócio-económico
Hábitos alimentares
Insucesso escolar
Maturidade
Obesidade
Issue Date: 2011
Resumo: O desempenho académico é uma área de estudo que tem suscitado o interesse maturidade e alguns PASW 18.0 e Amos 18.0 e a probabilidade estatística foi definida em 0.50. R de um número crescente de investigadores e que tem estado na origem de uma enorme quantidade de publicações. Como educadores quisemos contribuir para a compreensão do fenómeno do insucesso académico e analisar a influência que algumas variáveis exercem no desempenho escolar. Concretamente, quisemos estudar a associação entre a factores específicos envolvidos no insucesso escolar. Para o efeito avaliámos, em 811 alunos (432 rapazes e 379 raparigas) de 8 escolas básicas de Lisboa, entre 6 e os 13 anos de idade, a maturidade através do método TW3, as medidas antropométricas (peso, altura, pregas adiposas subescapular, tricipital, bicipital, iliocristal, ilioespinal, abdominal, crural e geminal, diâmetros bicôndilo umeral e bicôndilo femural, e perímetros do braço com e sem contracção e geminal) de acordo com as normas da ISAK (Marffel-Jones et al., 2006), a auto-estima com recurso ao questionário de auto-percepção para crianças de Susan Harter (Harter, 993), a capacidade de raciocínio através do teste Matrizes Progressivas Coloridas de Raven (Raven, 1963), o nível sócio económico com recurso ao método de Graffar (Graffar, 1958), as características do meio familiar, a alimentação ingerida, as actividades domésticas realizadas e a actividade física efectuada através de questionário e, finalmente, o desempenho académico dos alunos do 1.º ciclo do ensino básico através da média entre os resultados atribuídos pelo professor e as avaliações conseguidas pelos alunos em testes de aferição, ambos, nas disciplinas de língua portuguesa, matemática e estudo do meio, e nos alunos do 2.º ciclo do ensino básico através dos resultados atribuídos pelo professor no final do segundo período lectivo, nas mesmas disciplinas. Os dados foram tratados com recurso aos programas SPSS 17.0 e Os resultados dos estudos efectuados mostram que: 1) as crianças da nossa amostra têm valores de peso e de altura semelhantes aos de outras amostras de crianças estudadas em Portugal; 2) a performance académica encontra-se alavras-chave: Desempenho académico; insucesso escolar; maturidade; autostima; obesidade; capacidade de raciocínio; rotinas de vida; estatuto sócioeconómico; hábitos alimentares; desenvolvimento psicossocial. positivamente relacionada com a capacidade de raciocínio; 3) a capacidade de raciocínio é independente da idade cronológica, do estatuto sócio-económico e da maturidade; 4) a auto-estima é influenciada pela obesidade e pela maturação; 5) o desempenho académico encontra-se directamente relacionado com o estatuto sócio-económico e com a capacidade de raciocínio; 6) a idade cronológica modera as diferenças na performance académica em ambos os sexos; 7) a maturidade influencia o desempenho académico fazendo com que os rapazes mais maturos obtenham resultados académicos superiores aos seus pares menos maturos; 8) o desempenho académico não depende da alimentação ingerida ou da actividade física realizada.
Academic performance is an issue that have gathered the interest of a growing number of researchers and a source of an increasing number of publications. As educators we aimed to contribute to the understanding of the phenomenon of underachievement and to study the association between maturity and some variables that influence school performance. Specifically, we aimed to study the association between maturity and some specific factors involved in school failure. We evaluated 811 students, 432 boys and 379 girls, from 8 schools in Lisbon, aged between 6 and 13 years. Maturity was obtained throughout the TW3 method, anthropometric measurements (body mass, stature, subscapular, tricipital, bicipital, iliocristal, iliospinal, abdominal, crural and geminal skinfolds, biepicondylar humerus and femur breadths and arm relaxed and flexed and tensed and geminal girths) were obtained according to the ISAK procedures (Marffel-Jones et al., 2006), self-esteem was obtained with the self perception profile for children questionnaire from Susan Harter (Harter, 993), the ability reason was acquired with the colored progressive matrices from Raven (Raven, 1963), the socio-economic status was obtained according to the Graffar scale (Graffar, 1958), the family characteristics, the food ingested and the physical activity performed were attained trough questionnaire and, finally, academic performance in students from the first 4 school grades was obtained through the average between the results given by teachers and the evaluations achieved by students in assessment testes, both, in Portuguese, mathematics and sciences and in students from the 5th and 6th school grades through the results obtained by pupils in the second school term, in the same school areas. The data were carried out with SPSS 17.0, PASW 18.0 and AMOS 18.0 programs and the significance was set to 0.50. The results of our studies showed that 1) children in our sample have height similar to other samples of children studied in Portugal, 2) academic performance is positively related to reasoning ability, 3) reasoning ability is independent of chronological age, socioeconomic status and maturity, 4) self-esteem is influenced by obesity and maturity; 5) academic performance is directly related to the socioeconomic status and to the ability reason; 6) chronological age moderates the differences in academic performance in both sexes, 7) maturity influences academic performance in boys; 8) academic performance does not depend on food consumption or physical activities performed.
Descrição: Doutoramento em Motricidade Humana na especialidade de Ciências da Motricidade
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/3830
Appears in Collections:BFMH - Teses de Doutoramento / Ph.D.Thesis

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Dissertação_Carlos_Barrigas_Set_2011.pdf4,39 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE