Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/3762
Título: Challenges of Home Underinsurance and a solution framework for insurance companies
Autor: Azevedo, Ricardo André Bentes Raposo de Sousa
Orientador: Reis, Alfredo Egídio dos
Palavras-chave: underinsurance
insurers
policyholders
premium
assets
average clause
infra-seguro
subseguro
seguradores
tomadores de seguro
activos
regra proporcional
Data de Defesa: Out-2011
Editora: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citação: Azevedo, Ricardo André Bentes Raposo de Sousa. 2011. "Challenges of Home Underinsurance and a solution framework for insurance companies". Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão.
Resumo: All over the world, evidence suggests that individuals tend to undervalue their assets. This subject seems to be particularly dramatic in the case of home insurance line of business because of its social and economical relevance. Consumers' behaviour is guided by some core principles and variables which mixed with environmental characteristics can lead in many cases to some sort of underinsurance. This work presents a framework in order to understand why individuals take insurance decisions and why they frequently underinsure their assets, by presenting the most significant causes that can help us to identify the true origin of the problem. Moreover, analysis of its consequences allows understanding of impact over economical agents, namely insurers and policyholders. Even though this issue could be also analyzed under a social perspective, involving the role of government's authorities, discussion is centered in interactions between the two sides of an insurance contract. Finally, we propose a set of solutions that may be designed in order to minimize likelihood of underinsurance.
Existem dados que indicam que, de forma global, há uma tendência natural dos indivíduos para subavaliarem os seus activos, sendo que este assunto parece ser particularmente dramático no caso do seguro de habitação devido à sua relevância social e económica. O comportamento dos consumidores é guiado por algumas variáveis e princípios-chave que, em conjunto com as características do meio envolvente, levam em muitos casos a situações de infra-seguro ou subseguro. Este trabalho apresenta uma sistematização do problema para que se compreenda a forma como os indivíduos tomam as suas decisões no contexto dos seguros e o porquê de colocarem frequentemente os seus activos em situações de infra-seguro. Nesse sentido, apresentar-se-ão igualmente as causas mais importantes que nos ajudam a identificar a verdadeira origem do problema. Para além disso, a análise das suas consequências permite compreender o impacto nos agentes económicos, nomeadamente nos seguradores e nos tomadores de seguro. Ainda que este assunto possa ser analisado sob uma perspectiva social, envolvendo o papel das autoridades governamentais, a discussão é centrada nas interacções entre as duas partes do contrato de seguro. Finalmente, propomos um conjunto de soluções que podem ser desenhadas de forma a reduzir a possibilidade de ocorrência de infra-seguro.
Descrição: Mestrado em Finanças
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/3762
Aparece nas colecções:BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis
DG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM-RABRSA-2011.pdf788,25 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.