Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/3108
Título: Estrutura de capitais : o caso das empresas fabricantes de automóveis
Autor: Azenha, Gonçalo Nuno Rebelo
Orientador: Fontainha, Elsa
Palavras-chave: Estrutura de capital
Trade-off theory
Pecking order theory
factores determinantes da estrutura de capitais
Indústria automóvel
Capital Structure
capital structure determinants
Automobile Industry
Data de Defesa: 23-Set-2010
Editora: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citação: Azenha, Gonçalo Nuno Rebelo. 2010. "Estrutura de capitais : o caso das empresas fabricantes de automóveis". Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão
Resumo: Esta investigação analisa as teorias sobre a estrutura de capital, focando-se sobre as teorias do Trade-Off e Pecking Order e testando empiricamente, para o caso das empresas do sector da produção automóvel, alguns dos factores determinantes da estrutura de capital. Os dados utilizados neste trabalho foram retirados da Base de Dados Datastream Advance-Thomson Reuters sendo compostos por uma amostra de 235 empresas do sector automóvel de oito países: Alemanha, Canadá, Estados Unidos da América, França, Itália, Japão, Reino Unido e China. Na análise dos dados utilizaram-se modelos de Regressão Linear Múltipla para analisar estas empresas nos anos de 2001 e 2008, os dois últimos anos em que se verificou uma quebra na venda de automóveis a nível global. A investigação efectuada permitiu concluir que os níveis de endividamento das empresas deste sector estão fortemente relacionadas com a sua Dimensão (relação positiva) e Rentabilidade (relação negativa). Outros factores testados (Tangibilidade e Crescimento) parecem não ter influência significativa na estrutura de capitais das empresas neste sector. Tendo em consideração os resultados obtidos, procedeu-se adicionalmente a uma breve análise sobre a evolução de dez das maiores empresas fabricantes de automóveis nos últimos vinte anos, encontrando-se ainda assim diferenças significativas entre estas, nomeadamente com a constatação de rácios de endividamento claramente superiores nas empresas norte-americanas, face às suas congéneres europeias e asiáticas.
This work analyses the theories on capital structure, focusing on Trade-Off and Pecking Order theories and testing, for the companies in the automobile sector, some of the most important determinants in capital structure. The data used in this paper was retrieved from the DataStream Advance-Thomson Reuters database, considering a sample of 235 companies from the automobile sector in eight countries: Germany, Canada, United States of America, France, Italy, Japan and China. In order to do so, Multiple Linear Regressions models were used to analyze the years of 2001 and 2008, the last two years in which the world automobile sales reduced. The present work allowed to observe that the leverage of this industry's companies is highly influenced by its Size (with a positive relation) and its Profitability (negative relation). Other factors tested (Tangibility and Growth) seem not to influence significantly the capital structure in this sector. Given this strong relation with Size, it was decided to briefly analyze the ten biggest companies in the automobile sector for the last twenty years. Significant differences were found between them, being important to notice the clearly higher leverage ratios of North American companies when compared with European and Asian peers.
Descrição: Mestrado em Finanças
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/3108
Aparece nas colecções:BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis
DG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TESE_GA - Final.pdf1,35 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.