Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/3055
Título: A importância da electroretinografia para o diagnóstico de retinopatias caninas
Autor: Lima, Clara Madureira
Orientador: Magno, Diogo Nuno Alves Costa
Delgado, Esmeralda Sofia da Costa
Palavras-chave: Electroretinografia
onda a
onda b
Tempo de latência
APR
DSAR
Cataratas
Electroretinography
a wave
b wave
Implicit time
PRA
SARD
Cataracts
Data de Defesa: Mar-2011
Editora: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citação: Lima, C.M. (2011). A importância da electroretinografia para o diagnóstico de retinopatias caninas. Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Resumo: Introdução: A electroretinografia de campo total por flash (ERGf) é afectada por múltiplas variáveis biológicas e ambientais. Para alcançar resultados viáveis e reproduzíveis, o clínico deve: estabelecer valores controlo para os parâmetros avaliados (amplitue e tempo implícito das ondas a e b), a partir de indivíduos saudáveis categorizados por raça e idade e para o seu equipamento e condições de trabalho; deve ser consistente na técnica de electroretinografia seguida (incluindo o material utilizado, protocolo anestésico e procurando manter constantes as variáveis ambientais) e cumprir sistematicamente o mesmo protocolo de ERG. Aqueles indivíduos que apresentam ausência ou redução na amplitude e tempo de latência das ondas a e b não são candidatos a facoemulsificação, dado que estes resultados são compatíveis com DSAR ou APR e hà um compromisso da função retiniana nestas situações. Objectivo: Discussão dos resultados electroretinográficos obtidos a partir de sete cães que se apresentaram à consulta de Oftalmologia do HVR entre Setembro de 2009 e Fevereiro de 2010. Cinco cães eram candidatos a facoemulsificação e dois apresentaram história de perda progressiva ou súbita de visão. Métodos: Na realização dos ERGf foi realizado o protocolo curto do ECVO e foram avaliadas a amplitude, tempo de latência e forma das ondas a e b obtidas para cada ERGf registado em condições fotópicas e escotópicas Conclusões: Para uma avaliação e interpretação mais correctas dos ERGs registados no HVR, seria necessário criar uma base de electroretinogramas registados a partir de animais saudáveis, com uma distribuição por raça e idade. A pequena dimensão da amostra de casos estudada impede que sejam retiradas conclusões sobre os valores normais de amplitude, tempo de latência e forma das ondas electroretinográficas registadas em condições fotópicas e escotópicas. Uma vez que os animais não foram submetidos a ERG pós-operatório não é possível avaliar se os parâmetros tempo de latência e amplitude das ondas a e b foram afectados pela opacidade do cristalino nas cataratas maduras e hipermaduras.
ABSTRACT - The importance of electroretinography for the diagnosis of canine retinopathies - Because flash electroretinography (fERG) outcomes are influenced by multiple biological and extrinsic factors, reliable and reproducible results require that three preconditions are met: firstly the clinician must be consistent and follow an ERG protocol in a systematic fashion, under the same environmental conditions, using the same equipment and anesthetic protocol; secondly, for a better interpretation of the results, the clinician should ideally establish cut-off values for a and b wave amplitudes and implicit times from healthy individuals with the same age and breed. Lastly, those individuals who show a flat ERG or decreased a and b waves amplitude or implicit time shouldn´t undergo phacoemulsification once these findings are compatible with SARDS or PRA, respectively, and a compromised retinal function. Objectives: To discuss the ERG findings of five dogs that presented at HVR Ophthalmology service between September 2009 and February 2010 for pre-evaluation of retinal function prior to phacoemulsification and of two dogs presented with history of progressive or sudden blindness. Methods: Each fERG was registered according tho the ECVO short protocol, under photopic and scotopic conditions. The a and b waves amplitude, implicit time and shape were evaluated. Conclusions: In order to achieve a more accurate and reliable interpretation of the fERG studied it would be necessary to previously establish a database by collecting data from healthy animals ERGs, according to breed and age. The statistically insignificant number os cases studied precludes the formulation of conclusions regarding the variability of a and b waves amplitude and implicit time, under both photopic and scotopic condition. Given that these animals haven´t been subject to a new fERG after phacoemulsification, it is impossible to evaluate if any changes in implicit times and wave amplitudes occurred or whether these changes were related to the presence of a mature or hypermature cataract.
Descrição: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/3055
Aparece nas colecções:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
RESUMO.docx16,28 kBMicrosoft Word XMLVer/Abrir
A importancia da electroretinografia para o diagnostico de retinopatias caninas.pdf2,21 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.