UTL Repository >
ISCSP - Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas >
BISCSP - Biblioteca do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas >
BISCSP – Teses de mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/2977

Título: A evolução das políticas públicas de segurança interna em Portugal, na era da globalização
Autor: Fonseca, Francisco José Seixas
Orientador: Carvalho, Elisabete Reis de
Palavras-chave: Políticas públicas
Segurança
Governo
Globalização
Gestão
Agendas
Public policies
Security
Government
Globalization
Management
Agenda
Issue Date: 17-Dec-2010
Editora: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas
Citação: FONSECA, Francisco José Seixas - A evolução das políticas públicas de segurança interna em Portugal, na era da globalização [Em linha]. Lisboa: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, 2010. Dissertação de Mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10400.5/2977>.
Resumo: A gestão da segurança interna tem sofrido alterações neste mundo dinâmico e em acentuada globalização. Esta dissertação pretende investigar as políticas públicas de segurança interna, que foram inscritas nas agendas governamentais, nos últimos 30 anos, de forma a responder aos problemas, que tem a sua origem fora das fronteiras nacionais e que se podem manifestar no seu interior. O objectivo desta investigação consiste em saber de que forma tem evoluído a resposta à dimensão externa da segurança interna. Procedemos ao enquadramento das políticas de segurança, assim como, das dimensões internas e externa da segurança interna. A pesquisa empírica consistiu na aplicação da abordagem qualitativa, aplicando a análise de conteúdo aos programas de Governo, desde o VI Governo Constitucional, até ao presente. Os resultados apontam para uma preocupação, com a dimensão externa da segurança interna, a partir do mandato do XII Governo Constitucional. Os problemas como a criminalidade organizada internacional, o terrorismo, os grandes tráficos transnacionais e a cooperação internacional, passaram a dominar os programas governativos, em matéria de segurança interna, com o XII Governo.
The internal security management has been suffering changing’s in this dynamic world with an enlarged globalization. This essay intends to investigate the internal security public policies, which have been enrolled in the Government Agenda, in the last 30 years, in order to answer the problems that have origin out of the national borders and that can be manifested in their interior. The purpose of this investigation consists to know in which way it has been developed the answer of the internal security based in an external dimension. We proceeded to the framing of internal security policies, as well as the internal and external dimensions of the internal security. The empiric research consisted on a qualitative approach, by applying a content analysis to Government's Programs, since the VI Constitutional Government to the present. The results indicate a concern, with the external dimension of the internal security, starting from the mandate of the XII Constitutional Government. Problems such as the international criminality, the terrorism, the great transnational traffics and the international cooperation started to dominate the governmental programs, regarding the internal security, with the XII Government
Descrição: Tese de Mestrado do curso de Gestão e Políticas Públicas
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/2977
Appears in Collections:BISCSP – Teses de mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Tese_Francisco José Seixas Fonseca.pdf1,03 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE