Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/2970
Título: Gerir a adultez tardia: os processos de tomada de decisão e acomodação das famílias com idosos dependentes
Autor: Avó, Maria Helena Guerreiro Mestre
Orientador: Serra, Fernando Humberto Santos
Palavras-chave: Envelhecimento
Família
Idosos
Cuidador informal
Acomodação
Aging
Family
Seniors
Dependence
Informal caregiver
Accommodation
Data de Defesa: 15-Mai-2009
Editora: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas
Citação: AVÓ, Maria Helena Guerreiro Mestre - Gerir a adultez tardia: os processos de tomada de decisão e acomodação das famílias com idosos dependentes [Em linha]. Lisboa: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, 2009. Dissertação de Mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10400.5/2970>.
Resumo: Nos países desenvolvidos o envelhecimento demográfico acentuado é motivo de preocupação, aos níveis económico, social e político. As famílias são afectadas nas suas actividades e relações, face ao acréscimo de membros idosos. O papel do cuidador familiar e as suas acomodações, muito importantes para a projecção de políticas sociais, têm sido pouco avaliados cientificamente. Este facto levou à decisão de investigar a perspectiva microssocial da família, numa abordagem do cuidador principal, nas vertentes domiciliar e institucional. O objectivo do estudo foi avaliar os processos de tomada de decisão e acomodação que envolvem o cuidador informal, quando confrontado com uma situação de dependência do familiar idoso. Pretendese contribuir para uma reflexão empírica fundamentada acerca de programas e iniciativas de Politica Social para idosos e famílias cuidadoras. Os dados obtidos sugerem um predomínio de CI do género feminino, que revelou sobrecargas a nível físico e emocional, com acomodações sucessivas para manter o idoso no domicílio ou acompanhá-los na institucionalização. Revelou igualmente gratificação pelo cuidado prestado. Foi transmitido que a insuficiência de respostas exteriores não permite olhar o futuro com confiança. Esta investigação é um estudo exploratório, de abordagem qualitativa, com recolha de dados por entrevista.
In developed countries the accentuated demographic aging causes concern at economical, social and political levels. Family relations and activities are affected with the increasing of elder individuals. The role of the family caregiver and necessary accommodations haven’t been duly evaluated scientifically, which reveals a gap in the projection of social politics. This led to the decision of investigating the family’s micro social perspective. The approach had particular incidence on the main informal caregiver both at home and at an institution. The purpose of this study was to evaluate the processes of decision making and accommodation which involve the caregiving family, when confronted with the elder relative’s dependence. It also intended to contribute to a grounded empirical reflection on the programs and initiatives of Social Politics for the elder and families’ caregivers. The data obtained points out a preponderance of a female gender IC and reveals physical and psychic overloads, with successive accommodations to keep the elder at home or accompany them when institutionalized. It also shows a sense of gratification for the caregiver. It’s clear to the IC that the lack of formal care services doesn’t allow to face the future with optimism. This investigation is an exploratory study, of qualitative approach, with data gathered through interviews.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Política Social
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/2970
Aparece nas colecções:BISCSP – Teses de mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TESE_Hele...pdf3 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.