Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/2857
Título: Cidade informal. A casa e os modelos de habitar na Cova da Moura
Autor: Ladeira, Carolina Joana Freitas
Orientador: Rodrigues, Pedro Dias Pimenta
Palavras-chave: Cidade informal
Urbanização cladestina
Processos participativos
Habitação evolutiva
Informal city
Clandestine urbaniztion
Participative processes
Incremental housing
Data de Defesa: Nov-2010
Editora: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Arquitectura
Citação: LADEIRA, Carolina Joana de Freiras - Cidade informal. A casa e os modelos de habitar na Cova da Moura. Lisboa : FAUTL, 2010 Tese de Mestrado
Resumo: O Relatório Final de projecto, tem por objectivo investigar a questão da habitação clandestina/ilegal, através do estudo de uma realidade concreta: o Bairro do Alto da Cova da Moura, situado no concelho da Amadora. Aborda-se a realidade dos Loteamentos Clandestinos, que se desenvolveram a um ritmo particularmente acelerado durante a década de 70; e a sua passagem a AUGI’s (Assentamento Urbano de Génese Ilegal). Reflecte-se sobre as lógicas e morfologias da cidade Informal no sentido de perceber as suas potencialidades e fraquezas. Incide-se especialmente nas questões ligadas à casa - nomeadamente sobre o que é que ela representa para a população, que tipo de relações estabelece, e que tipo de sociabilidades proporciona – de modo a adquirir uma compreensão que se torne operativa ao nível da componente projectual do trabalho. Elabora-se sobre a sobreposição dos domínios público e privado que a casa e rua estabelecem entre si e abordam-se os espaços de transição (in-between) enquanto espaços que devem ser potenciadores de apropriações e vivências. Reflecte-se também sobre as questões da habitação evolutiva e dos processos participativos enquanto práticas recorrentes no Bairro, mas também enquanto potenciais instrumentos para a construção de uma habitação social mais justa e coadunada com os desejos e as aspirações das populações a que se destina. Refere-se que as operações SAAL constituíram um vasto campo de experimentações ao nível da habitação e que concederam à população anónima o direito de pensar a cidade. Neste contexto procede-se à análise de um projecto SAAL – Plano Integrado do Zambujal, Alto do Moinho - que apresenta analogias várias com o caso de estudo. Pretende-se alertar para a responsabilidade social que a arquitectura deve ter, e neste sentido, compreender através da análise de uma situação particular e reflexão sobre a mesma, se existe ou não uma relação entre a cultura e arquitectura existente no Bairro. Assim, este trabalho pretende contribuir para uma revisão crítica sobre a habitação social, que se crê necessária, e para a investigação de novos paradigmas do habitar.
The project's Final Report aims at considering the problematic of illegal housing by means of a study case - the Neighbourhood of Alto da Cova da Moura -,located in Amadora. Squatter settlements that had an explosive growth in the 70's and opened away to AUGIs (Urban Settlement of Illegal Origin) are to be referred to. Also a reflection on the city's logic and morphologies in order to understand its strengths and weaknesses is also taken into account. We focus specially on the house as an entity - namely on its importance for the population, and the kind of socialization it promotes - so that we may reach an understanding that allows effective help in the project. Either the house or the place/street bring along the public and the private domains. That fact is taken into consideration, as well as the in-between areas that are expected to promote experiences and a sense of belonging. We also reflect on incremental housing and participative processes, not only as something that is real in this neighbourhood, but also as a kind of foundation to build social housing that proves to be fairer and meets the population's expectations. As far as housing is concerned, SAAL operations offered a large range of experiments and gave the population the opportunity to think about the city. To uphold this we analysed a SAAL project – A Comprehensive Plan of Zambujal, Alto do Moinho – that shares some similarities to the study case. We intend to draw attention to the fact that architecture must have social responsibility. So we decided to analyse this neighbourhood and reflect on it, in order to realise whether there is a relationship between its own culture and architecture or not. We do believe that a critical view on social housing is necessary, so we hope this work may be a positive contribution to the research on housing new patterns.
Descrição: Tese de Mestrado em Arquitectura
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/2857
Aparece nas colecções:DCST - Teses de Mestrado / Master Thesis
BFA - Teses de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TM 339_com_anexos.pdf126,17 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.