UTL Repository >
ISEG - Instituto Superior de Economia e Gestão / ISEG - School of Economics & Management Lisbon >
Biblioteca Francisco Pereira de Moura / Francisco Pereira de Moura Library >
BISEG - Teses de Doutoramento / Ph.D. Thesis >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/2785

Título: Do Capital Social ao Capital Económico das Grandes Empresas de Construção e obras Públicas em Portugal
Autor: Nascimento, Isabel Castro do
Orientador: Ferreira, José Maria Carvalho
Palavras-chave: capital social
análise de redes de relações sociais
posicionamento económico
posicionamento social
empresas de construção e obras públicas
mercados públicos
social capital
social networks analysis
economic position
social position
public works and construction sector firms
public procurement
Issue Date: Jun-2010
Editora: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citação: Nascimento, Isabel Castro do. 2010. "Do Capital Social ao Capital Económico das Grandes Empresas de Construção e obras Públicas em Portugal". Tese de Doutoramento. Universidade Técnica de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão
Resumo: O capital social enquanto recurso disponível em redes de relações sociais parece ter adquirido algum consenso na sua definição. Porém, as formas como este recurso é potenciado, gerado e capturado nessas mesmas redes de relações sociais não são ainda consensuais, assim como parece difícil chegar a um acordo académico e/ou científico sobre os métodos de medição da "valorização" deste recurso. Para alguns investigadores, a valorização do capital social reside na obtenção de status, reputação e poder, para outros residirá antes na prossecução de acções instrumentais que levem apenas à obtenção de benefícios decorrentes dessas mesmas relações como, por exemplo, conseguir um emprego melhor, conseguir um local de residência mais seguro ou apenas estar inserido numa rede maior de relações sociais. No presente projecto, interessou-nos analisar as redes de relações que as grandes empresas de construção e obras públicas estabeleceram entre si e entre os sectores institucionais entre 2000 e 2007. Com a avaliação do seu posicionamento económico em Portugal e do seu posicionamento nos mercados públicos, através do estabelecimento de consórcios, pretendemos inferir sobre a natureza da relação existente entre uma posição e a outra. As conclusões preliminares a que se chegaram no presente estudo, parecem levar à afirmação de que as grandes empresas de construção e obras públicas que se encontram posicionadas economicamente nos níveis mais elevados, atingem também as posições mais elevadas em termos de densidade de relações estabelecidas com outras empresas e com os sectores institucionais. Ou seja, há uma correlação positiva entre posicionamento económico e posicionamento na rede de relações. Inversamente, as empresas posicionadas economicamente em níveis menos elevados, possuem também redes de relações menos densas, sendo, por isso, consideradas menos influentes e com menos status.
Social capital as a resource available on social networks seems to have gained some consensus on its definition. However, the ways in which this resource is enhanced, created, captured in these social networks, has no consensus yet, and it seems difficult to reach a research consensus about the methods on how to measure the "valorisation" of this resource. For some researchers, the enhancement of social capital is in status; reputation and power attainment, for others is in the way of instrumental actions that leads only to obtain benefits from the social networks, such as get a better job, to leave in a residence more secure or just be inserted into a larger social networks. In this project, interested we analyze the social networks between the large firms in construction and public works and between this firms and the institutional sectors in the years 2000 to 2007. With the economic evaluation of their position in Portugal and its positioning in the civil society, through the establishment of association firms, we investigate the nature of the relationship between a position and another. The preliminary conclusions reached in this study, appear to lead to the statement that large enterprises in construction and public works that are economically positioned at higher levels, also strike the higher positions in terms of density of their relationships with other firms and with institutional sectors. That is, a positive correlation exits between economic and network position. Conversely, the firms that are located in economically lower levels, have also less dense social networks, so these firms may be considered to have less powerful and to have less reputation.
Descrição: Doutoramento em Sociologia Económica e das Organizações
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/2785
Appears in Collections:DCS - Teses de Doutoramento / Ph.D. Thesis
BISEG - Teses de Doutoramento / Ph.D. Thesis

Files in This Item:

File Description SizeFormat
IC TESE DOUT Novembro 2010 A.pdf5,39 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE