Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/2750
Título: As contribuições post keynesianas sobre as expectativas numa economia monetária
Autor: Gómez Olivares, Mário
Palavras-chave: Teoria monetária
Incerteza
Expectativas
Estabilidade Económica
Investimento
Procura Efectiva
Data: 2001
Editora: ISEG – Departamento de Economia
Citação: Gómez Olivares, Mário. 2001. "As contribuições post keynesianas sobre as expectativas numa economia monetária". Instituto Superior de Economia e Gestão - DE Working papers nº 13-2001/DE
Relatório da Série N.º: DE Working papers;nº 13-2001/DE
Resumo: Neste artigo propomo-nos estudar as contribuições que um conjunto de autores da corrente post keynesiana tem feito para esclarecer o sentido e o significado da noção de expectativa seja no quadro teórico como também no quadro político. A influência das expectativas, a tomada de decisões em situação de incerteza e de ignorância são uma contribuição específica de J.M.Keynes, que encontrem um lugar central na Teoria Geral, sem a qual a teoria da procura efectiva e as leis psicológicas fundamentais não adquirem a dimensão de estrutura fundamental da nova teoria. Keynes argumentava frequentemente de forma extrema quando pretendia enfatizar um determinado problema, mas pensava que o sistema capitalista era instável porque a teoria económica que sustentava a política económica era incapaz de conduzir à acção correcta e desejada. Em consequência, podemos dizer que estes autores não apenas pretendem interpretar Keynes, como procuram traçar uma via de modelização em que a metodologia de Keynes adquire todo o seu significado. Keynes propunha-se analisar uma economia monetária, onde não existe previsão perfeita nem certeza, em que o futuro não é conhe¬cido, nem existe probabilidade matemática que permita prognosticar a existência de mercados com preços futuros. A corrente que Shackle, Kregel e outros representam tem a virtude de ter recolocado no lugar certo a importância das expectativas. O artigo divide-se em duas partes. Na primeira examinamos a contribuição de Shackle para a interpretação do significado das expectativas num quadro de incerteza, complementada com as observações de Kregel sobre o papel da incerteza na política económica. Numa segunda parte consideramos as contribuições de Davidson para o significado dos motivos de procura de moeda num quadro de incerteza, complementado com as apreciações de Minsky sobre a volatibilidade das expectativas num quadro de instabilidade financeira.
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/2750
ISSN: 0874-4548
Versão do Editor: https://aquila1.iseg.utl.pt/aquila/getFile.do?method=getFile&fileId=23823
Aparece nas colecções:DE - Documentos de trabalho / Working Papers

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
wp132001.pdf61,78 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.