Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/2666
Título: Estudo epidemiológico e anatomo-patológico de tumores mamários na cadela e na gata
Autor: Costa, Monica Mendes
Orientador: Correia, Jorge Manuel de Jesus
Palavras-chave: Neoplasia mamária
Cão
Gato
Histopatologia
Epidemiologia
Mammary neoplasm
Dog
Cat
Histopathology
Epidemiology
Data de Defesa: 2010
Editora: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citação: Costa, M.M. (2010). Estudo epidemiológico e anatomo-patológico de tumores mamários na cadela e na gata. Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Resumo: As neoplasias mamárias estão descritas como sendo as segundas e terceiras neoplasias com maior taxa de incidência na espécie canina e felina, respectivamente, sendo portanto muito frequentes. Para além disso, comummente representam uma das causas de morte dos animais domésticos, devido à capacidade de metastização elevada que acompanha muitas das neoplasias mamárias malignas. Para uma melhor compreensão dos aspectos epidemiológicos relacionados com estes tumores foi realizado um estudo que engloba as análises histopatológicas de glândula mamária efectuadas em 588 animais (364 cães e 224 gatos) no período de tempo compreendido entre 1 Janeiro de 2009 e 30 de Junho de 2010, no Laboratório de Anatomia Patológica da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade Técnica de Lisboa. No presente estudo, verificou-se que as neoplasias mamárias malignas constituíam a patologia observada com maior frequência, tanto na espécie canina como na felina. Ao ser analisada a idade dos animais afectados por tumores mamários, obteve-se uma média de idades de 9,8 anos no cão, enquanto no gato este valor correspondia a 10,5 anos. Tendo em conta a raça dos pacientes, não foi possível concluir acerca da existência de qualquer predisposição rácica para o desenvolvimento destas neoplasias. Considerando a classificação em misto/não misto das neoplasias mamárias da espécie canina, observou-se uma maior percentagem de tumores malignos não mistos relativamente aos mistos. No entanto, no caso dos tumores benignos foi verificado o oposto. Aquando da análise do tipo histológico tumoral e no que diz respeito aos carcinomas, verificou-se um predomínio do tipo cribiforme no gato, enquanto no cão o tipo mais frequente era o tubular. Porém, concluiu-se que, em ambas as espécies, todos os adenomas eram de tipo tubular. Atendendo à avaliação dos graus de malignidade histológica, a maioria dos carcinomas mamários da espécie felina correspondia ao grau III, embora, considerando os canídeos, o grau II fosse o mais frequente. Para além disso, no caso dos gatos e ao contrário do que sucede nos cães, todos os casos em que foi observada permeação vascular por células neoplásicas estavam associados à existência de metástases nos linfonodos regionais analisados. Pode concluir-se que os resultados obtidos corroboram, no geral, com os descritos por outros autores.
ABSTRACT - EPIDEMIOLOGIC AND ANATOMO-PATHOLOGIC STUDY OF MAMMARY TUMORS IN THE BITCH AND THE QUEEN - Mammary neoplasms are very common in dogs and cats, being the second and the third most frequent tumors in the canine and feline species, respectively. Their high metastatic ability, characteristic of the malignant form, makes them one of the main causes of death in domestic animals. Regarding the epidemiological characterization of these tumors, a study was done based on histopathologic analysis related to the mammary glands of 588 animals (364 dogs and 224 cats) performed in the Laboratory of Pathology of the Faculty of Veterinary Medicine, Technical University of Lisbon between 1st of January, 2009 and 30th of June, 2010. In the present study, the malignant neoplasm was the most frequently observed pathologic process of the mammary gland. Concerning the age of the animals affected by mammary tumors, the average was 9,8 years in dogs and 10,5 years in cats. Considering canine and feline breeds, no breed predisposition to develop these tumors was found. Regarding the mixed/non mixed classification of canine mammary tumors, there was a higher incidence of non mixed malignant tumors in comparision to the mixed ones, while in respect to the benign form the opposite was verified. Atending to the histological classification of mammary tumors, the most common histological types of carcinoma were the cribiforme type in the cat and the tubular type in the dog. However, all the adenomas corresponded to the tubular type in both species. Considering the histological grade of malignancy, in respect to the feline species there was a higher incidence of grade III, while in dogs the grade II was the most frequent one. Besides this, in the cat and in opposition to the dog, all the cases associated with vascular invasion by neoplastic cells were accompanied by lymph node metastasis. As a conclusion, it was verified that the majority of these results were similar to the ones found by other authors.
Descrição: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/2666
Aparece nas colecções:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ESTUDO EPIDEMIOLOGICO E ANATOMOPATOLOGICO DE TUMORES MAMARIOS NA CADELA E NA GATA.pdf3,62 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.