Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/2553
Título: Estudo dos níveis de L-lactato em plasma de coelho (Oryctolagus cuniculus) : determinação de valores de referência e seu valor prognóstico
Autor: Dias, Sara Raquel Correia
Orientador: Barceló, Andrés Montesinos
Jesus, Sandra Oliveira Tavares de
Palavras-chave: Coelho (Oryctolagus cuniculus)
Lactato
Plasma
Valores de referência
Prognóstico
Rabbit (Oryctolagus cuniculus)
Lactate
Reference range
Prognosis
Survival
Sobrevivência
Data de Defesa: Nov-2010
Editora: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citação: Dias, S.R.C. (2010). Estudo dos níveis de L-lactato em plasma de coelho (Oryctolagus cuniculus) : determinação de valores de referência e seu valor prognóstico. Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Resumo: Em medicina humana, diversos estudos demonstraram que a medição do lactato sérico é um instrumento útil no diagnóstico, monitorização e prognóstico de uma larga variedade de síndromes clínicas. Em medicina veterinária, muito pouco foi relatado sobre índices prognósticos do lactato. A hiperlactatémia e a acidose láctica ocorrem frequentemente em medicina veterinária, em animais em estado crítico que apresentam alterações clínicas únicas ou múltiplas, tais como choque, insuficiência hepática, septicémia, neoplasias, envenenamento, entre outras. As situações de hipoperfusão e consequente hipoxigenação conduzem a um aumento do metabolismo anaeróbio e como resultado, à hiperlactatémia. Com a elaboração deste trabalho pretendeu-se, determinar os valores de referência de Llactato plasmático em coelhos (Oryctolagus cuniculus), bem como avaliar e interpretar diferenças nos níveis de lactato entre coelhos doentes e não doentes e também entre animais sobreviventes e não sobreviventes, que ingressaram no Centro Veterinario Los Sauces, para consulta ou que permaneceram internados na UCI. Ao mesmo tempo, pretendeu-se detectar diferenças nos níveis de lactato consoante a patologia presente e efectuar a comparação com a respectiva evolução em termos de sobrevivência. De acordo com o estudo, os valores normais encontraram-se entre 6,89 – 8,66 mmol/L (IC 95%) e os coelhos doentes tendem a apresentar no momento de ingresso valores mais elevados. Ao longo do estudo foi possível constatar que os animais cujos valores de lactato baixavam para valores normais após terapêutica apresentavam um melhor prognóstico de sobrevivência. Os animais cujos níveis de lactato baixam para além dos valores de referência e se mantêm baixos, estatisticamente, têm menor probabilidade de sobrevivência.
ABSTRACT - Several studies in human medicine have shown that measurements of serum lactate are a useful tool in diagnosis, monitoring and prognosis of a wide variety of clinical syndromes. Hyperlactataemia and lactic acidosis occurs commonly in veterinary medicine in critically ill patients who have single or multiple clinical disorders, such as shock, states of low cardiac output, acute liver disease, sepsis, cancer, poisoning, drug administration and others. In veterinary medicine, there are few studies that associate lactate levels to prognostic indexes. Situations of hypoperfusion and consequent hipoxygenation lead to an increase in anaerobic metabolism and, as a result to hyperlactataemia. The purpose of this study was to determine the normal range for L-lactate in rabbits (Oryctolagus cuniculus) and to assess if these levels could be used either as a diagnostic tool between healthy and sick animals, or as a prognostic factor in survivors and non-survivors during the period of hospitalization. During the study we also tried to detect differences in blood lactate levels within diseases and compare their evolution in terms of survival. We found the reference L-lactate range to be 6,89 – 8,66 mmol/L (IC 95%), and hill rabbits normally showed a higher lactate values. During this study, a decrease in lactate levels, to normal values, after treatment was most evident in surviving animals, whereas in nonsurvivors values decreased below the normal range, over time.
Descrição: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/2553
Aparece nas colecções:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Estudo dos níveis de L-lactato em plasma de coelho.pdf737,38 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.