Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/2220
Título: Assédio moral no trabalho : uma aplicação ao sector bancário português
Autor: Verdasca, Ana Teresa
Orientador: Pereira, António Garcia
Ferreira, José Maria Carvalho
Palavras-chave: assédio moral
sector bancário
comportamento político
cidadania organizacional
workplace bullying
Portuguese banking sector
political behaviours
organizational citizenship behaviour
Data de Defesa: Jun-2010
Editora: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citação: Verdasca, Ana Teresa Moreira. 2010. "Assédio moral no trabalho : uma aplicação ao sector bancário português". Tese de Doutoramento. Universidade Técnica de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão
Resumo: Embora a temática do assédio moral no local de trabalho seja um tópico de investigação relativamente recente, tem vindo a despertar um interesse crescente junto da comunidade académica. Este projecto tem como propósito contribuir para a investigação existente sobre assédio moral no local de trabalho, através do estudo deste fenómeno no sector bancário português. Nesse sentido foi realizado um estudo empírico, utilizando simultaneamente uma metodologia quantitativa e qualitativa, e tendo como objectivos específicos: Medir o nível de incidência de assédio moral quer em termos de auto-percepção (subjectivo) quer em termos comportamentais (objectivo); Caracterizar a experiência de ser alvo de assédio moral, identificar os comportamentos mais frequentes e principais estratégias utilizadas pelas vítimas, no decorrer do processo; Analisar a relação entre diversos factores organizacionais e socioeconómicos e a ocorrência de assédio moral no local de trabalho; Os resultados obtidos demonstram que o nível de incidência de assédio moral de carácter severo ascende a 5,9% (subjectivo) e a 39,8%, do ponto de vista comportamental (objectivo). Uma análise de componentes principais revelou três dimensões (assédio relacionado com o trabalho, assédio organizacional e assédio pessoal), as quais explicam 64,8% da variação das variáveis originais. No que se refere aos factores organizacionais potencialmente geradores de assédio moral no local de trabalho, confirmaram-se globalmente as hipóteses definidas à partida, tendo-se constatado uma associação positiva entre stress laboral, comportamentos políticos, atribuição de prémios e recompensas, grandes mudanças organizacionais e assédio moral no trabalho. Confirmou-se também a associação negativa entre comportamentos de cidadania organizacional e assédio moral no local de trabalho e ainda o papel mediador desta variável em contextos de grandes mudanças organizacionais.
Despite being a fairly recent research topic, workplace bullying has received increasing attention in recent years from the academic community. The aim of this study is to contribute to the existing research on workplace bullying through the study of this phenomenon in the Portuguese banking sector. In order to do it, we made use of both quantitative and qualitative data analysis, having as specific goals: to measure the prevalence of workplace bullying in the Portuguese banking sector, both trough a definition (subjective perception) and a list of bullying behaviours; to describe the experience of being victimized, the most frequent behaviours and the different strategies used by victims; to analyze the role played by the work and socioeconomic factors in the emergence of workplace bullying. The findings show that the incidence level of severe workplace bullying amounts to 5,9%, according to the subjective perception of victims, and to 39,8%, according to the list of bullying behaviours. A principal component analysis of the construct has revealed three components, labelled work related, organizational and personal bullying, accounting for 64,8% of the total variance. Regarding socioeconomic, organizational and work related factors, the results have shown a positive association amongst workload and stress, political behaviours, rewards and benefits and the emergence of workplace bullying. A negative association between organizational citizenship behaviour and workplace bullying has also been found and also a mediator role of organizational citizenship behaviour over organizational changes in the emergence of workplace bullying.
Descrição: Doutoramento em Sociologia Económica e das Organizações
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/2220
Aparece nas colecções:BISEG - Teses de Doutoramento / Ph.D. Thesis
DCS - Teses de Doutoramento / Ph.D. Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TESE FINAL_ANA VERDASCA_FORMATADA_28 Junho.pdf2,24 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.