Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/2009
Título: Pasta de azeite versus azeite virgem extra
Autor: Dias, Susana Marisa da Cunha
Orientador: Gouveia, José Manuel
Palavras-chave: olive oil spread
extra virgin olive oil
chemical composition
nutritional quality
innovative products
pasta de azeite
azeite virgem extra
composição quimica
qualidade nutricional
produtos inovadores
Data de Defesa: 2009
Resumo: Innovative products of high nutritional quality, with healthy benefits and extended conservation are an asset to the food sector. With beneficial health properties and high nutritional quality, extra virgin olive oil is an extraordinary fat, thanks to its unique chemical composition. The olive oil spread, subject of this study, is an innovative product, created from extra virgin olive oil, with a consistency similar to butter. In order to chemically compare the spread with the original olive oil sample, various parameters were evaluated after the production of the spread, a month and two months later, such as acidity, total fatty acids, triacylglycerols, sterols, total polyphenols, tocopherols, peroxide value, UV spectrophotometry and the resistance to oxidation. Part of the spread was kept in the refrigerator and the other at room temperature. It was also determined the water, fat and chloride content of the spread. Generally, it was found that the quality of olive oil is not much affected during the production of the spread, since that, in the parameters where there is a negative change, the variation is very low. It was also found that there is a better conservation of the refrigerated spread when compared with the non-refrigerated. Results of a consumer survey indicate a good acceptance of the olive oil spread in the market and also that most respondents recognized the taste of olive oil in the spread.------------------------------------Produtos inovadores, de elevada qualidade nutricional, com benefícios salutares e de conservação alargada, são uma mais-valia no sector alimentar. Com propriedades benéficas para a saúde e elevada qualidade nutricional, o azeite virgem extra é uma gordura nobre, graças à sua composição química única. A pasta de azeite, objecto do presente trabalho, é um produto inovador, criado a partir de azeite virgem extra, com consistência semelhante à da manteiga. Com vista a comparar, quimicamente, a pasta com o azeite de origem, avaliaram-se vários parâmetros, como a acidez, os ácidos gordos totais, os triacilgliceróis, os esteróis, os polifenóis totais, os tocoferóis, o índice de peróxidos, a espectrofotometria no UV e a resistência à oxidação, logo após a produção da pasta e nos dois meses seguintes, tendo sido parte da pasta mantida no frigorífico e a outra à temperatura ambiente. A pasta foi ainda sujeita a análises aos teores de água, gordura e cloretos. De um modo geral, verificou-se que a qualidade do azeite não é muito afectada no processamento da pasta, dado que, nos parâmetros onde há uma alteração negativa a variação é muito baixa. Verificou-se ainda que há uma melhor conservação da pasta refrigerada em relação à não refrigerada. Resultados de um inquérito ao consumidor indicam uma boa aceitação da pasta de azeite no mercado e, ainda, que a maioria dos inquiridos reconhece o sabor a azeite no novo produto.
Descrição: Mestrado em Engenharia Alimentar - Instituto Superior de Agronomia
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/2009
Aparece nas colecções:BISA - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO_Definitiva.pdf2,78 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.