Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/1998
Título: A Reforma do Dividendo Populacional Consequências Económicas e Sociais do Envelhecimento da População
Autor: Fialho, Djalita
Palavras-chave: Envelhecimento da população
baby boom
segurança social
reforma
regimes de pensões
bem-estar social
Data: 2006
Editora: ISEG - SOCIUS
Citação: Fialho, Djalita. 2006. "A Reforma do Dividendo Populacional Consequências Económicas e Sociais do Envelhecimento da População". Instituto Superior de Economia e Gestão – SOCIUS Working papers nº 10/2006
Relatório da Série N.º: SOCIUS Working papers;10/2006
Resumo: Este texto pretende analisar alguns dos impactos económicos e sociais do envelhecimento da geração que contribuiu para os "trinta gloriosos anos" de progresso e crescimento económico que se seguiram à II Guerra Mundial. São abordadas as consequências económicas e sociais da passagem à reforma daquele que, entre 1945 e 1975, pode ser considerado o verdadeiro dividendo populacional dos países mais desenvolvidos de hoje - é verdade que num contexto socio-económico muito distinto do actual. Os desafios que se apresentam com o envelhecimento da população põem em causa não só a competitividade económica dos países afectados por este fenómeno, como a sustentabilidade do elo social, garantido por um relacionamento económico inter-geracional. Este nexo geracional - centrado em sistemas de segurança social que, até à data, têm garantido a redistribuição do rendimento dos indivíduos activos para os inactivos - pode, de facto, ruir, caso se mantenha a actual tendência de aumento do rácio de dependência das gerações mais velhas. A resposta parece estar na promoção de um relacionamento económico sustentável entre as gerações nos domínios da segurança social e da competitividade económica. Assim, são propostas neste texto algumas opções de políticas que se acreditam correctivas das indesejáveis consequências económicas e sociais do envelhecimento da população, nomeadamente a reforma dos regimes de pensões, políticas de migração favoráveis à entrada de imigrantes, políticas de incentivo à natalidade e políticas de formação contínua.
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/1998
Versão do Editor: http://pascal.iseg.utl.pt/~socius/publicacoes/wp/wp200610.pdf
Aparece nas colecções:SOCIUS - Documentos de Trabalho / SOCIUS - Working Papers

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
wp200610.pdf274,47 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.