Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/1976
Título: Avaliação do potencial de formação de AOX na indústria de detergentes
Autor: Martins, Miguel Bruno de Oliveira
Orientador: Duarte, Elizabeth Fernandes de Almeida
Palavras-chave: detergent industry
leachate
sludge management
AOX
indústria de detergentes
lixiviado
gestão de lamas
Data de Defesa: 2009
Resumo: This dissertation, developed in a detergents industry (JohnsonDiversey Portugal), aimed to study and evaluate the adsorbable organic halogens formations potential (AOXFP) due to the presence of surfactant and chlorinated products in the wastewater generated from this activity. The parameter AOX, as an indicator of toxicity and anthropogenic compounds presence, it is included in Portuguese national legislation, which sets limits in the wastewater treatment sludge leachate, defining the landfill class where they can be discharge. Thus, carrying out lab scale trials with surfactants synthetic solutions and sodium hypochlorite, it was possible to establish a model that co-relates the organic carbon and chlorine present in these effluents with the AOXFP. Furthermore, after a thorough industry diagnosis, samples of wastewater were collected, according to a pre-established monitoring plan, from the several treatment stages of the JohnsonDiversey WWTP for analytic characterization, in order to validate the previously model developed, now, in real conditions. This validation conduced to the development of a modeling tool that, through the knowledge of the chlorine content of a typical wastewater, allow to predict the AOX concentration in the treatment sludge leachate. This data is extremely useful in the designing and implementation of a sludge management plan action. Este trabalho, desenvolvido numa indústria de detergentes (JohnsonDiversey Portugal), teve como objectivo estudar e avaliar o potencial de formação de compostos organo-halogenados adsorvíveis (PFAOX) devido à presença de surfactantes e produtos clorados nos efluentes industriais gerados nesta actividade. O parâmetro AOX, para além de ser um indicador de toxicidade e da presença de compostos antropogénicos, está também contemplado na legislação portuguesa, a qual estipula limites nos lixiviados de lamas de tratamento que definem a tipologia de aterro em que estes podem ser depositados. Assim, através do uso de soluções sintéticas de surfactantes e de hipoclorito de sódio foi possível estabelecer um modelo que relaciona os teores de carbono orgânico e o cloro activo presentes nestes efluentes com o PFAOX. Posteriormente, e após a caracterização do efluente industrial recolhido na ETARI da JohnsonDiversey nas várias etapas do tratamento, procedeu-se à validação da aplicabilidade do modelo anteriormente definido às condições reais. Esta validação permitiu a criação de uma ferramenta de modelação que, através do conhecimento do teor de cloro activo de um efluente tipo, permite estimar o teor de AOX presentes no lixiviado da lama do seu tratamento, ferramenta esta de extrema utilidade na concepção e implementação de um plano de gestão de lamas.
Descrição: Mestrado em Engenharia do Ambiente - Instituto Superior de Agronomia
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/1976
Aparece nas colecções:BISA - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Mestrado Miguel Martins 2009.pdf7,9 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.