Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/1961
Título: Capital humano: impacte e valorização no sector bancário português
Autor: Gonçalves, Alexandra Cristina Rodrigues
Orientador: Gonçalves, Fernando Manuel Borges
Palavras-chave: Activos Intangíveis
Capital Humano
Valorização do Capital Humano;
Sector Bancário
Intangible Assets
Human Capital
Human Capital Valorisation
Banking Industry
Data de Defesa: Abr-2010
Editora: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citação: Gonçalves, Alexandra Cristina Rodrigues. 2010. "Capital humano: impacte e valorização no sector bancário português". Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão
Resumo: O actual paradigma de desenvolvimento económico dominante baseia-se no conhecimento enquanto principal recurso e fonte de criação de valor, implicando novos desafios, desde o desenvolvimento de processos de criação, disseminação e acumulação de conhecimento no seio das organizações e das próprias nações, ao seu impacto a diversos níveis, nomeadamente nas regras do jogo competitivo, no desempenho e valorização das empresas e no papel dos trabalhadores nestes processos. É extensivamente assumido que tal contexto implica a necessidade de novos desenvolvimentos na teoria económica existente. Neste estudo, é dada uma especial ênfase à problemática da valorização do “Capital Humano”, maioritariamente apontado como um dos mais importantes activos da empresa. Trata-se de um domínio cuja investigação se encontra ainda aberta a muitos e novos contributos, revestindo-se de vital importância, quer a nível macro para a explicação do crescimento e desenvolvimento nacional e intersectorial, quer a nível micro, no âmbito da competitividade, rendibilidade e valorização das empresas. Sendo embora uma matéria de interesse transversal a todos os sectores de actividade, o nosso enfoque incidirá sobre o sector bancário português, procurando-se estimar o valor do “Capital Humano” neste sector, utilizando como proxy o número médio de anos de escolaridade dos trabalhadores. Será ainda investigada a hipótese de existência de um impacte directo entre o valor do “Capital Humano” assim medido em termos de desempenho do sector.
The current dominant paradigm is based on knowledge as the main economical input and value creation resource, which implicates new challenges, namely with respect to knowledge creation, dissemination and accumulation processes, as well as its multiple impacts, such as the modifying of competitive rules, the increasing performance and companies market value and the changing on workers role in these processes. Such a context brings out the need for new developments on the existent economical theory. This study emphasises the “Human Capital” valorisation issue, considered by many as one of the most important organizational assets. This domain is still under investigation and reveals a major importance, for the explanation of economic growth and national development as well as the industrial and organizational competitiveness and value creation. Although being a matter of interest for all industries, our approach will focus on the Portuguese banking industry, looking for an approximate value of its “Human Capital”, using the workers average number of schooling years as a proxy to this matter. Finally, we investigate the hypothesis of a relationship between the human capital value and the industry’s performance.
Descrição: Mestrado em Finanças
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/1961
Aparece nas colecções:BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis
DG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese Finanças_Abril-2010.pdf1,34 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.